O Go! Go! Nihon ajuda você a conseguir um visto de estudante, o que permite que você tenha um emprego de meio período no Japão. Mas se procurar emprego no próprio país já é algo difícil, procurar emprego do outro lado do mundo e em outra língua é um processo que pode ser assustador. Por outro lado, traz a oportunidade de se ganhar dinheiro para ajudar com os custos de vida e ainda por cima praticar o que aprendeu nas aulas de japonês.

Vamos então ver alguns detalhes sobre como trabalhar no Japão.

O que cada visto permite 

O visto de turista, também chamado de visto temporário, é bem simples. Como é apenas para turismo, é PROIBIDO realizar qualquer atividade remunerada no Japão com ele. Vir ao país como turista significa que você não pode trabalhar. Caso esta lei seja descumprida, você está sujeito à várias punições, incluindo deportação.

O modo mais prático de se vir ao Japão é matriculando-se em uma escola de japonês e conseguindo um visto de estudante. Com um visto de estudante você pode trabalhar meio período, por até 28 horas por semana. Isso também oferece uma chance para você praticar seu japonês, conhecer gente diferente e ganhar dinheiro. Mas lembre-se: trabalhar mais do que o legalmente permitido ou em profissões não permitidas (como entretenimento adulto) pode resultar em deportação.

Durante o período de férias das aulas, os estudantes podem trabalhar até 8 horas por dia ou 40 horas semanais. Porém, quando as aulas recomeçam, volta ao limite de 28 horas semanais.

Dito isso, vale lembrar que os estudantes que trabalham 28 horas e ainda estudam japonês em tempo integral, tem a tendência de estarem bem ocupados, o que pode prejudicar os estudos. Portanto, leve isso em consideração na hora de decidir o quanto vai trabalhar e estudar!

Para conseguir trabalhar de meio-período durante os estudos é preciso obter uma permissão. Felizmente é possível solicitá-la assim que chegar ao Japão. Leia tudo o que você precisa saber sobre o assunto neste post aqui.

Vistos de trabalho são para empregos de período integral que requerem profissionais qualificados. É obrigatório possuir um diploma de ensino superior e/ou anos de experiência em um campo específico para conseguir um visto de trabalho. A maioria das modalidades de visto de trabalho também exigem um empregador disposto a  contratá-lo.

Office girl at the phone

Tipos de empregos de meio período no Japão

Professor de idiomas

O mais comum para estrangeiros é trabalhar como professor de idiomas. Inglês é o mais requisitado, mas normalmente as escolas e alunos querem nativos. Aulas de espanhol, italiano, francês e alemão são comuns também, mas infelizmente português é um idioma pouco cobiçado. Em geral professores de idioma ganham de ¥2.000 a ¥5.000 ienes por hora.

Trabalhar em restaurante

Uma outra profissão comum é a de garçom, sobretudo em cafés e restaurantes com uma temática mais “internacional”. O salário médio é de ¥950 a ¥1.000 ienes por hora, e você ainda terá a chance de conversar com os clientes e praticar seu japonês.

Caso trabalhe em um izakaya 居酒屋 (espécie de bar/restaurante japonês), você também irá aprender muito sobre este lado mais social da cultura japonesa. Depois do fim do expediente de trabalho, grande parte dos trabalhadores japoneses vão para izakaya e o movimento nestas lojas fica intenso. Ser garçom neste tipo de restaurante é ter a chance de vislumbrar parte da vida noturna no Japão.

Leia mais sobre a cultura de trabalho no Japão neste artigo.

Balconista / Atendente 

Independente da sua preferência, seja por comida, moda ou qualquer outra coisa, os alunos têm a chance de praticar japonês em empregos como balconistas ou atendentes de lojas. Alguns exemplos incluem lojas de conveniência, roupas e supermercados.  Em média, o salário por hora é de ¥1.000 a ¥1.800. Com uma ampla variedade de empresas, os alunos podem escolher o setor que desejam trabalhar.

Lembre-se, contudo, que existem trabalhos que são proibidos, como os do setor de entretenimento adulto ou estabelecimentos de jogos de azar. Em caso de ficar em dúvida se o trabalho é permitido, consulte a sua escola.

Trabalhos leves 

Uma outra categoria de trabalho de meio-período no Japão é o trabalho leve. Este tipo de trabalho é mais exigente fisicamente e geralmente consiste em contratos curtos de alguns dias. Alguns exemplos deste tipo de emprego incluem limpeza, reposição de estoque em depósitos ou empacotamento de produtos. Estes tipos de trabalho exigem estar atento, pois eles surgem e são preenchidos muito rápido. O lado bom é que muitas vezes não exigem muito japonês.

Hello work

Como conseguir um emprego de meio período no Japão

Procure em sites, mas também preste atenção na fachada de lojas para placas de “estamos contratando” (募集中, boshūchū). Dependendo de onde você estiver morando, existirão revistas gratuitas listando empregos na região. Você pode encontrar essas revistas em lojas de conveniência e nas estações do metrô.

Assim que encontrar uma vaga que lhe interesse, candidate-se. Se for necessário ir até a loja, é melhor ligar com antecedência e marcar com o gerente. Vista-se bem, entregue seu curriculum em mãos e lembre-se de falar o japonês formal.

Quando estiver procurando emprego online, muitos empregadores pedirão para que você entre em contato por email. Escreva um email formal e claro, anexando seu curriculum e uma carta de apresentação, além de qualquer outra informação que a empresa peça.

Tenha em mente que trabalhos que envolvem trabalhar com público exigirão habilidades de japonês. Por este motivo, as escolas de idioma recomendam aos alunos que esperem alguns meses antes de começar a procurar um trabalho de meio-período, especialmente se forem iniciantes na língua. Aqueles que desejam encontrar um emprego de meio-período, estão de início limitados aos empregos que façam uso de sua língua nativa.

Se quer  aprender japonês para negócios, mas não pode estar no Japão ainda, confira aqui nosso curso online de japonês para negócios.

Não sabe onde começar?

Se você está no Japão buscando emprego mas não sabe onde começar, o Go! Go! Nihon pode ajudar! Nós fizemos uma parceria com a agência de empregos Inbound Technology e criamos uma página no Facebook chamada Jobs in Japan with Go Go Nihon.

Lá postamos anúncios de emprego diariamente, tanto de meio-período quanto de período integral. Se você se interessou por alguma vaga, mande uma mensagem (em inglês) na página. Tentaremos respondê-lo no mesmo dia. Também é possível fazer isso mesmo se não estiver interessado em nenhum emprego específico. Se quer apenas ajuda para encontrar um emprego de meio-período, escreva algumas linhas!

AVISO: As vagas são apenas para pessoas já no Japão, com um visto que permita trabalhar. Você não pode trabalhar com o visto de turista.

A internet não é o único local onde se pode procurar emprego de meio-período. Olhe ao seu redor! Muitas lojas colocam anúncios de que estão procurando funcionários. As estações de trem que possuem shoppings vinculados a elas também têm outdoors, onde as empresas anunciam vagas de emprego, portanto, fique de olho! As empresas que estão procurando funcionários exibem sinais como os kanjis 募集 ou 募集中 (contratando).

Leia mais aqui sobre como a Go! Go! Nihon pode ajudar você a encontrar trabalho no Japão.

Conseguir um emprego de meio período no Japão pode ser um pouco difícil, mas será um aprendizado incrível. Aulas são importantes, mas aplicar o que está estudando na prática irá permitir que você solidifique seu conhecimento, passe por novas experiências e ainda por cima ganhe um dinheirinho.

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon ou entre em contato conosco pelo site.