Muitos dos nossos leitores sonham em morar e trabalhar no Japão em determinado momento de suas vidas, para ambos os casos, o exame JLPT de Proficiência em Língua Japonesa (日本語能力試験 Nihongo nōryoku shiken),  é uma ótima forma de tirar esses sonhos do papel.

O JLPT é um teste padronizado criado em 1984 para avaliar e certificar a proficiência de estrangeiros na língua japonesa. O Nihongo nōryoku shiken é realizado em mais de 60 países e é reconhecido internacionalmente. Suas provas são aplicadas duas vezes por ano no Japão, em julho e dezembro, e somente uma vez, em dezembro, no Brasil e na maioria dos outros países. Diferente de outros exames de proficiência, os certificados do JLPT não expiram ou tornam-se inválidos com o passar do tempo.

logo do exame JLPT

Formato

O exame JLPT possui cinco níveis: N5, N4, N3, N2 e N1. O N5 é o mais fácil, ou básico, enquanto o N1 é o mais difícil, ou avançado. Não é necessário seguir a ordem de dificuldade, qualquer candidato pode prestar o N1 sem passar pelos níveis anteriores. Cada nível possui uma prova, um certificado e até uma pontuação mínima para aprovação própria. No entanto, algo que os cinco têm em comum são o formato de suas provas.

Todas as provas do exame JLPT são compostas somente de questões de múltipla escolha. As questões são estruturadas para avaliar a compreensão da língua, falada e escrita, dos participantes. Não há questões de avaliação oral ou questões onde é necessário que os candidatos redijam textos.

As provas são divididas em três etapas: vocabulário e ortografia, compreensão auditiva e compreensão de texto e gramática. O tempo de duração estimado para conclusão de cada etapa é relativo ao nível de dificuldade. Os participantes têm mais tempo conforme a dificuldade aumenta.

estudante para o exame JLPT

Estudando para o Exame JLPT

Pessoas diferentes aprendem e absorvem conteúdo de formas diferentes, não há uma fórmula, um manual de estudos, para o JLPT. O que nós temos são boas práticas que valem a pena ser compartilhadas.

Para as três diferentes formas de escrita da língua japonesa, não há dúvida, prática e memorização são o segredo! E a nosso favor temos técnicas de estudo como a mnemônica e ferramentas como os flashcards. É importante lembrar que o JLPT é um teste padronizado, portanto é importante estar familiarizado com o formato da prova. O próprio site do exame oferece simulados com questões muitas vezes tiradas de provas anteriores.

Pessoalmente me preparando para o N3, a imersão na língua tem sido minha principal estratégia. Acompanhar as notícias do dia através de noticiários japoneses, usar as mídias sociais para seguir contas de personalidades, empresas, portais e até órgãos governamentais do país, buscar ler livros e mangas em japonês, escutar podcasts, aumentar a variedade de músicas e artistas que eu costumo ouvir, e ocasionalmente até me arriscar vendo filmes e animações com legendas em Japonês. Também excelentes companheiros na minha rotina de estudos, alguns livros que me ajudam ou ajudaram muito são: o Nihongo Sou-Matome (日本語総まとめ), Minna no Nihongo (みんなの日本語), Shin Kanzen Master  (新完全マスター) e o excelentíssimo, Gramática da Língua Japonesa para Falantes do Português, do professor Yûki Mukai  e da professora Tae Suzuki. Uma coisa é certa, nunca tivemos tantos recursos à nossa disposição!

O que fazer com o meu certificado?

A proficiência nos dois níveis avançados do exame são essenciais para aqueles que sonham em trabalhar e morar no Japão. Hoje em dia o número de companhias em busca de profissionais bilíngues para exercer suas expertises em diversos campos de atuação da economia japonesa aumentou exponencialmente. Além disso há a possibilidade de trabalhar oficialmente como tradutor e interprete, tanto dentro quanto fora do Japão, de forma autônoma, no meio editorial, corporativo e até político.

É verdade que as oportunidades não são as mesmas para os três níveis mais básicos, mas eu prefiro nadar um pouco contra a maré e defender que contar com uma certificação do exame JLPT, independente do seu nível, não só demonstra a sua proficiência em determinado nível da língua, como também ratifica o seu esforço antes e durante a prova, além de não deixar dúvidas quanto a sua paixão pela língua! O exame JLPT é sabidamente um dos testes de proficiência mais difíceis. Ser aprovado em qualquer um dos seus níveis é motivo de muita comemoração. Poder contar com qualquer um de seus certificados no seu portfólio pode sim ser um chamariz para oportunidades que muitas vezes nem imaginamos!

Se você não gosta de estudar sozinho e quer se preparar da melhor forma possível para o exame JLPT, nós temos uma opção perfeita: Studytrip.com recentemente criou um pacote de viagem totalmente focado no JLPT! Você passará quatro semanas no Japão estudando em uma de nossas escolas parceiras e se preparando para o exame JLPT realizado em Julho. Uma viagem dessas não pode ser apenas estudos, então você também terá chances de relaxar um pouco e comemorar seu resultado. Siga o link para saber mais!

Espero ter conseguido esclarecer as principais questões referentes ao Nihongo nōryoku shiken. Eu adoraria saber quantos de vocês estão se preparando para o exame e quais tem sido seus principais recursos e desafios na hora de estudar. Caso esteja pensando em ir para o Japão se preparar para o JLPT, é bom lembrar que nem todas as escolas de japonês oferecem cursos preparatórios para o exame, então se esse for o seu objetivo, entre em contato com o time da Go! Go! Nihon que nós te ajudamos com as melhores opções para atender às suas necessidades! Ir ao Japão nunca foi tão fácil!

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.