Se está se matriculando para estudar japonês no Japão, poderá se deparar com um requisito de 150 horas de estudo de japonês. Atualmente, este requisito não é válido para todos os níveis e depende da escola e de outros fatores. Contudo, existe a possibilidade de no futuro mais escolas pedirem este requisito para os alunos que pretendem solicitar o visto de estudante.

Leia mais sobre esse requisito e como ele afeta a sua vida, especialmente se for um aluno iniciante.

O que é esse requisito de 150 horas de estudo?

É uma exigência da imigração japonesa para algumas pessoas quando se inscrevem para estudar japonês no Japão, como maiores de 18 anos que não concluíram o ensino médio, pessoas com mais de 30 anos e aqueles que estão há mais de 5 anos sem fazer qualquer tipo de estudo (faculdade, ensino médio, etc).

Às vezes, as escolas impõem esse requisito para todos os candidatos e, outras vezes, depende do país de origem do aluno.

Em todos os casos, o requisito é o de 150 horas ou mais em um programa oficial de uma escola de língua japonesa, ou a aprovação em qualquer nível do exame do JLPT. Dependendo da situação ou da escola, estudantes que estudam ou estudaram por conta podem ser aceitos, desde que especifiquem os materiais de estudo. Em muitos casos, os alunos precisarão de um certificado emitido pela escola de língua que comprove os estudos.

Para os alunos que aprenderam japonês em uma universidade, o procedimento comum é que a instituição emita uma carta informando quantas horas o aluno estudou japonês em sala de aula.

Uma opção para os futuros alunos que necessitam completar o requisito de 150 horas antes de poderem estudar japonês no Japão é o nosso curso de 12 horas para iniciantes e o nosso curso pré-intermediário online.

Este curso foi criado em parceria com uma de nossas escolas parceiras, a Akamonkai, a maior escola de língua japonesa de Tóquio. O curso foi preparado por professores da escola e foi concebido para levá-lo do iniciante até o JLPT N5. No final, a escola emitirá um certificado de conclusão do curso.

Você pode encontrar mais informações sobre os requisitos de idioma aqui – vale lembrar que a página está disponível apenas em japonês. Em resumo, a página diz que o JLPT N5 ou um certificado de estudo com o número de horas e o método de estudo são aceitos para provar que você estudou a quantidade necessária de horas.

studying Japanese in Japan

Não posso estudar japonês se for um completo iniciante?

Todas as escolas com as quais trabalhamos têm cursos para iniciantes e experiência em ensinar pessoas sem formação em japonês. 

No entanto, todas as nossas escolas recomendam que os alunos tenham pelo menos algum conhecimento básico em hiragana e katakana quando começarem as aulas. Algumas escolas também pedem, como parte do processo de solicitação do visto de estudante, que os alunos comecem a estudar o básico do idioma nos meses antes de chegarem ao Japão.

Nós recomendamos aos alunos estudarem o básico por conta própria antes de chegar ao país. Conhecer os sistemas básicos de escrita ajudará bastante quando começar o curso, então você não perderá muito tempo aprendendo o básico do idioma.

Para ler alguns artigos básicos do idioma e dicas de aprendizado de japonês, veja os artigos do nosso blog.

Como mencionado, algumas escolas impõem um requisito de 150 horas de estudo para que os alunos possam obter um visto de estudante. Caso se enquadre nesta categoria e se matricule pela Go! Go! Nihon, nossa equipe vai aconselhá-lo sobre a melhor opção para cumprir este requisito.

Esta é uma das razões pelas quais é crucial planejar com antecedência ao se inscrever em uma escola de línguas no Japão. A maioria das inscrições para estudar começam entre 12 e 6 meses antes do período de estudo desejado. Mas, caso seja obrigado a completar o requisito de estudo de 150 horas primeiro, isso pode atrapalhar um pouco.

Leia nosso artigo para obter mais informações sobre as escolas e o cronograma de solicitação do visto de estudante.

Como sempre, não hesite em entrar em contato conosco se tiver dúvidas.