Na hora de deixar o Japão, há algumas etapas a serem tomadas antes de embarcar no avião para voltar para casa. Os procedimentos de deixar o país podem ser bem diferentes do que você teve que fazer ao deixar a sua terra natal. É muito importante certificar-se de que você cumpra com as suas obrigações, cancele seus contratos e informe o governo que você está saindo do Japão.

Vamos listar aqui as coisas mais importantes que você precisa fazer antes de ir embora.

Livre-se das suas coisas

Você pode vender as coisas que você não quer ou não pode levar de volta para casa em lojas de reciclagem/brechós, lojas online ou em sayonara sales. Publicar artigos em sites como o marketplace do Facebook é uma maneira de evitar ter que pagar para se livrar de objetos maiores. Há sempre os recém-chegados que precisam mobiliar suas casas. Se você vive em uma casa compartilhada (share house) ou dormitório estudantil, você tem a chance de vender ou doar suas coisas para o próximo inquilino.

No Japão, você não pode simplesmente jogar fora móveis ou objetos grandes: eles precisam ser coletados mediante o pagamento de uma taxa. Então uma maneira prática e barata para se livrar deles é doando ou vendendo. Se você tem coisas que precisam ser destruídas, ligue (ou use o site) para o serviço de coleta de lixo da cidade e organize um serviço de coleta.

Trazer/enviar seus pertences para casa

Tenho certeza que você acumulou algumas coisas durante a sua estadia no Japão, uma vez que existem muitas coisas bonita e interessantes para comprar em todos os lugares. Certifique-se de verificar o limite da sua bagagem e pagar pelo peso extra ou uma mala adicional, se necessário. Você também pode enviar caixas através dos correios (ou com a ajuda de uma empresa de mudança). Existem diferentes regras e orientações sobre tamanhos e pesos, portanto dê uma pesquisada no site do Japan Post para obter as informações mais recentes.

Cancele o contrato da sua moradia

Logo que você souber a sua data de partida, entre em contato com o proprietário do imóvel ou agência para cancelar o contrato do aluguel. Normalmente você precisará dar um aviso prévio de com pelo menos um mês de antecedência, mas verifique o seu contrato. Ao sair, você deve limpar o apartamento completamente. Se você fizer um bom trabalho e não houver qualquer dano, é provável que você receberá todo o seu depósito de volta.

Cancele as contas de serviços públicos

Eletricidade, gás e água. Todos precisam ser cancelados. Certifique-se de receber as contas finais e, o mais importante, tenha certeza que você terá tempo para pagá-las antes de sair do Japão. Algumas contas precisam ser pagas em dinheiro antecipadamente e outros podem exigir que você deixe algum dinheiro em sua conta bancária (você também pode redirecionar o seu correio para um amigo e deixar que ele pague a conta por você – mais sobre isso abaixo).

Cancele os seus serviços

Contratos de Internet, celular, TV por assinatura e outros serviços que você contratou, também precisam ser cancelados. A maioria das operadoras de celular exige que você visite uma loja para cancelar o serviço. Você terá que pagar uma multa de 10.000 ienes se você cancelar o seu plano antes do que o previsto no contrato. A maioria das empresas oferece suporte em inglês, caso precise.

Certifique-se de que o seu visto ainda é válido

Se você decidir deixar o Japão justo quando seu visto estiver prestes a expirar, certifique-se de que ele esteja ainda válido no dia da sua partida. Caso contrário, você precisará visitar um escritório de imigração para aplicar para o status de residência temporária de visitante. Não apareça no aeroporto com um visto de imigração vencido ou você corre o risco de ser banido de voltar ao Japão.

Saindo do Japão

Altere o seu status na prefeitura

Ao chegar no Japão, você teve que ir ao escritório distrital (conhecido em japonês como kuyakusho – 区役所) ou ao escritório municipal/prefeitura (市役所 – shiyakusho) para se registrar como um cidadão. Agora que você está indo embora, você deve informar no mesmo local que você está saindo do Japão. Traga o seu cartão de permanência (在留カード- zairyuu kaado) e selo oficial (hanko) e preencha o formulário de saída (転出届 – tenshutsu todoke). Se você tiver obtido um “My Number”, cancele este cartão também. Se você voltar para o Japão com um visto de longo prazo, você terá o mesmo número novamente.

Feche a sua conta bancária

Contas bancárias e/ou contas nos correios devem ser fechadas na própria agência. Certifique-se de deixar este passo perto do final de sua estadia. Algumas contas podem precisar ser pagas através da sua conta. Traga o seu cartão, caderneta do banco e documentos oficiais (selo e cartão de permanência) para o banco. Você vai receber o saldo da sua conta em dinheiro.

Pague os impostos

Se você trabalhou durante o seu tempo no Japão, você precisará pagar os impostos de sua residência. Visite o seu yakusho local ou entre em contato com a Agência Nacional de Impostos, se você tiver alguma dúvida sobre o pagamento. O seu empregador retém os impostos normalmente, mas você pode ter que lidar com isso por conta própria. Se você planeja solicitar para obter uma restituição de imposto, seria interessante contratar um representante fiscal. Tem que ser alguém que você confie e que ainda resida no Japão.

Redirecione o seu correio

Se você acha que receberá algo pelos correios depois de deixar o Japão (como uma conta), você pode solicitar para redirecionar o seu correio para outra pessoa que more ainda no Japão. Preencha uma notificação de mudança de endereço (転居届 – tenkyo todoke) nos correios ou online. O seu correio será redirecionado de graça por até um ano, porém o endereço de encaminhamento deve ser no Japão.

Cartão de seguro saúde

Este deve ser devolvido para o lugar onde você o obteve, como seu empregador, escola ou na prefeitura.

Devolva o seu cartão de permanência

Ao chegar ao aeroporto, há ainda uma coisa importante a ser feita, devolver o Cartão de Permanência. Certifique-se de que o agente de imigração faça um furo no seu cartão e que te devolva, pois ele será necessário para obter a sua restituição da aposentadoria. Se o seu visto ainda for válido por mais de seis meses, você precisará dar consentimento para cancelar o visto de imigração.

Restituição da aposentadoria

Se você trabalhou no Japão, você provavelmente contribuiu para a previdência social japonesa. Depois de deixar o país você tem direito de obter esse dinheiro através de um pagamento único. Você precisará da sua caderneta de pensão azul, cartão de permanência e fazer o pedido no prazo de até dois anos de ter deixado o Japão. Preencha o formulário “Application for the Lump-Sum Withdrawal Payments” e envie, juntamente com a sua caderneta de pensão azul, cartão de permanência e uma fotocópia do seu passaporte para o Japão Pension Service.

Não importa quando que você decidir deixar o Japão, é importante certificar-se de fazer isso da maneira certa. Sair sem cancelar contratos ou informar o seu escritório distrital pode tornar difícil para você retornar no futuro. Ter dívidas crescentes no Japão também não é uma boa ideia. Mesmo que essas tarefas pareçam difíceis ou chatas de serem feitas, siga este guia e lembre-se de desfrutar de seus últimos dias na terra do sol nascente.

Traduzido do original por Andre Euphrasio