Se você estiver mudando para o Japão por um longo período de tempo, você precisará obter o Zairyū Card (在留カード). A palavra japonesa zairyū pode ser traduzida para ‘residência’. O Zairyū Card é o nome dado ao cartão de permanência no Japão (o termo oficial em português é cartão de permanência, enquanto que em inglês se utiliza residence card).

Este cartão deve ser mantido pela maioria dos residentes de longo prazo que possuem cidadania de um país que não seja o Japão. Também é necessário que o residente carregue este cartão com ele em todos os momentos, a fim de provar o status de residente. O processo para obter o cartão de permanência no Japão é muito simples e é feito logo na imigração do aeroporto japonês, assim que você chegar no Japão. Ele é um dos documentos mais importantes, se não o mais, a possuir enquanto residir no Japão.

Quem precisa de um cartão de permanência no Japão? 

O cartão de permanência no Japão foi criado para substituir o cartão de registro de estrangeiros em 9 de julho de 2012. Isso foi feito quando a responsabilidade de emitir cartões para estrangeiros foi transferida de autoridades locais para o Ministério da Justiça. O cartão foi elaborado para residentes de médio a longo prazo no Japão, como estudantes, e não se aplica a visitantes temporários (menos de três meses), diplomatas, residentes permanentes especiais, residentes permanentes especiais coreanos ou pessoas sem status de residente. Residentes com o antigo cartão de registro de estrangeiro foram obrigados a trocar para o novo cartão de permanência até 8 de julho de 2015.

cartão de permanência no Japão

Como obter um cartão de permanência japonês?

A obtenção do cartão de permanência no Japão é muito simples e faz parte do processo de chegada ao aeroporto no Japão. Impressões digitais e uma fotografia são tiradas e, em seguida, o cartão é emitido. O cartão de permanência possui todas as informações mais importantes impressas no cartão, bem como em um chip dentro do cartão. As informações incluem nome, data de nascimento, data de registro, sexo, nacionalidade e status do visto (como estudante, por exemplo).

Dentro de 14 dias após se instalar em uma nova residência, o novo residente deve ir ao escritório municipal local com o seu passaporte e o cartão de permanência. O escritório pedirá o seu novo endereço japonês, e ele será inserido em um banco de dados, bem como impresso no verso do cartão de permanência. É importante saber que quando você sair do país sem intenção de voltar, um buraco será perfurado no cartão, tornando-o inválido.

Para que você precisa deste cartão?

Existem vários usos importantes para o cartão de residência. No Japão, exige-se que os residentes estrangeiros carreguem o cartão com eles a todo o momento, a fim de provar seu status de residência. Se você for pego sem ele, é uma ofensa punível por lei. Você pode ser multado em até 200.000 ienes se não tiver o cartão com você, e se você se recusar a apresentar o cartão, poderá pegar pena de até um ano de prisão. O cartão de permanência é necessário para assinar contratos como, por exemplo, abrir uma conta bancária, adquirir um plano de telefonia celular, ou obter seguro.

Pode parecer complicado, mas uma vez que você solicitou seu visto, o processo para obter o seu cartão de permanência japonês deve ocorrer sem problemas quando você chegar ao aeroporto. Não é apenas necessário, mas é um cartão útil que ajudará a tornar a sua vida no Japão muito mais simples. Se você ainda não tem certeza sobre qualquer parte do processo ou como ele funciona, entre em contato conosco que a equipe da Go! Go! Nihon irá ajudá-lo.

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.