Mudar para o Japão pela primeira vez, provavelmente será um dos momentos mais marcantes de sua vida. Pode também ser estressante e problemático, sobretudo se você não estiver familiarizado com todas as coisas que precisa fazer ao chegar no Japão.

Há uma pequena lista de coisas para fazer, mas listamos as mais importantes em nossa postagem, junto de nossas próprias dicas, para facilitar o começo de sua nova vida no Japão.

Japanese Zairyu Card

Cartão de residência

Todos os estrangeiros que residem no Japão por um longo período de tempo (o que inclui o visto de estudante) precisam de um cartão de residência ou zairyu 在留.  Você precisará carregá-lo para tudo, seja para se inscrever em um plano de telefonia, para abrir uma conta bancária ou conseguir uma carteira de motorista no Japão.

A parte boa é que é fácil obter um cartão de residência: ele será emitido assim que você chegar no aeroporto.

encontrar um alojamento no Japão

Encontrando um lugar para viver 

O ideal é você encontrar uma moradia antes de chegar ao Japão. A Go! Go! Nihon pode ajudá-lo a fazer isso com a nossa extensa rede de imobiliárias e donos de imóveis.

Contudo, caso ainda não tenha encontrado um lugar permanente, isso deve ser a sua prioridade. Leia nosso artigo sobre moradia para se familiarizar com as opções de moradia disponíveis e decidir qual é melhor para você com base em seu orçamento e preferências.

Na maioria das vezes, as exigências para alugar uma moradia podem ser caras e difíceis de entender por conta da barreira do idioma, mas a Go! Go! Nihon pode ajudá-lo a encontrar uma moradia logo depois de chegar ao país. Entre em contato com a gente se precisar de ajuda.

Registro no distrito local

Depois de encontrar um lugar para morar, você precisará registrar seu endereço no escritório distrital local dentro de 14 dias. Leve seu passaporte e cartão de residência com você e preencha um formulário chamado jumin ido todoke 住民異動届.

Seu novo endereço será inserido no banco de dados do escritório distrital local. Ele será impresso na parte de trás do cartão de residência.

Fique atento, pois não é possível registrar endereços temporários no cartão, como um hostel ou residências do Airbnb.

Registro no seguro saúde

Depois de registrar seu endereço, você deve visitar o departamento de seguro saúde (kokumin kenkō hoken 国民健康保険) ou o escritório distrital local. É obrigatório que todos os residentes no Japão entrem no sistema de Seguro Nacional de Saúde ou no Seguro de Saúde para Trabalhadores. O último vale para quem estiver trabalhando em uma empresa e o empregador oferecer o benefício.

O registro no Seguro Nacional de Saúde é simples. Será preciso preencher um formulário semelhante ao do registro de endereço e entregá-lo para o escritório distrital local. O preço do seguro saúde será definido de acordo com a sua renda no ano anterior. Para estudantes, o valor costuma ser menor.

O cartão de seguro saúde será enviado pelo correio. Você deve sempre carregar ele e usá-lo para quando for ao hospital, médico ou farmácia. Você também receberá as faturas de pagamento do seguro saúde pelo correio. Será preciso pagá-lo mensalmente e isso pode ser feito em uma loja de conveniência.

Leia mais sobre o Sistema Nacional de Saúde em nosso artigo.

Registro no sistema de pensão

Todos os residentes no Japão, incluindo estudantes, precisam se registrar no sistema de pensão. O valor a ser pago depende de seus ganhos. Como o valor varia de acordo com seu salário no ano anterior, o normal é não pagar nada no primeiro ano. Caso seja um estudante que não esteja trabalhando ou tenha baixa renda, é possível solicitar isenção.

Leia tudo sobre as exigências da Pensão Nacional para estudantes no Japão aqui.

Withdrawal at ATM

Abertura de uma conta bancária

Se estiver no Japão por longo tempo e tiver planos de trabalhar durante meio período, enquanto estuda, é altamente recomendável abrir uma conta bancária no Japão. Nem todos os bancos são bons para estrangeiros, então recomendamos abrir uma conta no Japan Post Bank. Atualmente é a opção mais fácil para estrangeiros recém-chegados no Japão e não é necessário o hanko, tradicional carimbo com o sobrenome da pessoa, para abrir sua conta (é comum que os outros bancos japoneses exijam o carimbo).

Você pode ler mais sobre como abrir uma conta bancária em nosso artigo.

Plano de celular

Assinar um plano de telefonia móvel como estrangeiro pode ser um desafio. As principais operadoras tendem a oferecer contratos longos e cobram uma taxa em caso de rescisão de contrato antes do fim do acordo. Os planos também são difíceis de entender e tem opções com chamadas caras.

Uma opção mais acessível e popular é conseguir um cartão SIM de uma provedor como a Mobal. É possível obter um plano de chamadas e dados que não exigem a assinatura de um contrato de vários anos, complicado e com altas taxas caso desfaça o contrato antes do prazo. Também é possível obter suporte em inglês, o que é útil se ainda não estiver confiante em suas habilidades para aprender o idioma japonês.

Deseja saber  mais sobre as opções de telefones celulares no Japão? Leia aqui.

transporte público no Japão

Obtendo o seu passe de transporte

Economize dinheiro com a passagem de trem comprando um passe de transporte. O passe tem uma jornada fixa, quase sempre entre sua casa, escola e trabalho. O valor a ser pago é entre essas duas estações, sendo possível entrar e sair de qualquer estação da linha que fica entre os dois destinos.

Leia tudo sobre o passe de transporte comunitário e como comprá-lo aqui.

Consiga a sua permissão para trabalhar meio-período

É possível trabalhar até 28 horas por semana com o visto de estudante no Japão, porém, para isso será necessário obter uma permissão. A solicitação para trabalho de meio-período pode ser feita em qualquer um dos principais aeroportos depois de chegar ao Japão. Os estudantes da Go! Go! Nihon receberão um formulário para preencher e entregar na imigração no momento de chegada.

Se estiver planejando trabalhar de meio-período enquanto estuda, leia nosso artigo sobre como conseguir a permissão de trabalho de meio-período no Japão.

Não se preocupe se tudo parecer desmotivador– é para isso que a Go! Go! Nihon está aqui. Ajudaremos com todo o gosto, por isso, não hesite em entrar em contato e nos fazer perguntas.

Se quiser ler mais sobre a vida no Japão, siga nosso blog, onde abordamos tudo o que você precisa saber sobre o Japão!