Solicitar um visto de estudante é um processo longo, que exige atenção e paciência. A equipe do Go! Go! Nihon te ajudará em cada etapa do processo, explicando o procedimento, traduzindo os documentos e falando com a escola, mas ainda assim levará algum tempo para que sua aplicação seja processada.

A solução é segurar a ansiedade e aproveitar este tempo para se preparar para a viagem. Seguem abaixo algumas dicas sobre o que você pode fazer após aplicar para o visto:

Hiragana e Katakana

Você pode começar suas aulas sem nunca ter estudado japonês, mas nós recomendamos fortemente que estude Hiragana e Katakana durante os meses até o início da aula. Assim você estará mais familiarizado com uma das bases do idioma e terá muito mais facilidade para acompanhar as primeiras aulas e se virar no dia a dia. Por exemplo, é extremamente útil saber escrever seu nome e país em katakana quando for preencher qualquer documento ou formulário japonês.

O Go! Go! Nihon tem parceria com o Hiragana Quest, um aplicativo criado por um ex-aluno nosso para ajudar você a aprender o básico e já ir adiantando seus estudos. Você pode baixá-lo gratuitamente.

Encontrando acomodações

Após aplicar para o visto, enquanto espera a sua aplicação ser processada, uma excelente forma de aproveitar o tempo de forma eficiente é começando a procurar por uma acomodação. Se preferir, você pode solicitar ajuda ao time da Go! Go! Nihon para procurar opções de moradia. Ao fazer isso, você receberá um formulário onde deverá informar suas prioridades, critérios como localização, metragem quadrada e preço.

Há inúmeros tipos de acomodação à disposição, que atendem aos mais diversos gostos, apartamentos, quartos e casas compartilhados e até estadia com famílias anfitriãs japonesas são opções. Com base em suas preferências, você receberá uma lista com diferentes opções de alojamento e a Go! Go! Nihon irá verificar a disponibilidade dentre suas principais prioridades.

Certificado de Elegibilidade

Outra etapa, após aplicar para o visto para o Japão, é conseguir o seu Certificado de Elegibilidade, também conhecido pela sigla em inglês COE (Certificate of Eligibility).

Se a sua aplicação seguir adiante, sua escola receberá o seu Certificado de Elegibilidade primeiro e então ele será enviado para você pelo correio. Depois de receber seu certificado, você precisará levá-lo à sua embaixada ou consulado japonês local; algumas permitem que você envie os documentos por correio enquanto outras exigem a entrega presencial.

Você precisará estar com o seu passaporte, Certificado de Elegibilidade, uma foto 3×4 e o formulário de solicitação do visto. Assim que todas as informações forem verificadas, confirmadas e aceitas, o consulado trocará o seu Certificado de Elegibilidade pelo Visto de Estudante.

Após aplicar para o visto: imigração

Chegando no Japão

Assim que desembarcar, você já terá algumas tarefas esperando. Por exemplo, obter o seu Cartão de Residência e entregar sua solicitação para poder trabalhar em um emprego de meio período. O processo é bem simples e você poderá concluir todas essas demandas sem dor de cabeça ao passar pela imigração no aeroporto.

Após devidamente acomodado em sua nova residência, você precisará registrar o seu cartão de residência/permanência no Japão no seu escritório municipal local dentro de 14 dias e solicitar seu plano de saúde. É uma tarefa relativamente simples, mas muito importante, por isso recomendamos que você cuide disso o mais rápido possível. Algo para se ter em mente é que você não pode registrar seu endereço caso esteja hospedado em uma acomodação temporária, como um hostel ou AirBnB. Recomendamos que todos estudantes certifiquem-se de desembarcar no Japão com todas questões relacionadas a acomodação devidamente resolvidas, e ficaremos felizes em fornecer toda ajuda necessária quanto a isso.

São muitas as etapas ao decidir ir viver no Japão e efetivamente realizar essa transição, mas nós da Go! Go! Nihon ajudaremos você a realizar essa grande mudança da forma mais tranquila possível. É importante preencher sua aplicação com antecedência e sempre pedir ajuda quando necessário, já que todo o processo leva um considerável tempo.

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.