Se sua meta é estudar no Japão, é importante saber tudo o que puder sobre como conseguir o visto de estudante japonês.

Este visto é oferecido para quem está indo ao Japão estudar em um curso de longa duração (seis meses ou mais). Serve tanto para cursos de japonês quanto para faculdades, escolas técnicas, mestrados, doutorados, MBAs, etc.

O visto não tem limite de idade e oferece vários benefícios, como poder trabalhar meio-período (até 28 horas por semana), acesso ao seguro de saúde japonês, possibilidade de abrir conta em bancos japoneses, alugar apartamentos, etc. No entanto, o visto de estudante demora cerca de 4-5 meses pare ser emitido e possui vários requisitos importantes.

Este artigo abordará o processo todo, desde o período de matrícula até o que é preciso organizar e resolver antes de chegar ao país. Ir morar em outro país não é algo simples, você deve estar bem preparado, especialmente em tempos de COVID-19. 

A importância de se planejar com antecedência

Ir ao Japão para estudar japonês é um processo mais longo do que você imagina, não é algo que pode ser realizado de última hora. 

Normalmente, começamos a aceitar matrículas cerca de 6 meses antes do início do período letivo de aulas. Por exemplo, estudantes que se matriculam para julho, normalmente começam a solicitação de matrícula nas escolas em dezembro do ano anterior. A Go! Go! Nihon e as escolas não oferecem financiamentos ou crediários, mas você pode reservar sua vaga com até um ano de antecedência ao pagar a taxa de matrícula.

Também é importante ter em mente que as escolas enviarão a sua solicitação de visto para a imigração do Japão, no entanto, elas farão isso em datas específicas do ano. A maioria das escolas tem turmas começando em janeiro, abril, julho e outubro. Não é possível usar o visto de estudante para começar as aulas em outros meses, e as escolas também não costumam permitir que os alunos entrem no Japão mais do que alguns dias antes do início das aulas.

Um aviso importante: você só pode passar até 2 anos no Japão estudando japonês com um visto de estudante. Este limite é vitalício, por isso é importante levar os estudos a sério. Este limite não afeta outros usos do visto: você pode estudar japonês por 2 anos e depois fazer uma faculdade, mestrado, MBA, etc.

Vamos agora analisar o processo todo, para que você veja como se planejar com antecedência.

O processo de solicitação do visto de estudante do Japão

Informe-se sobre as restrições de viagem

Recomendamos que verifique se você realmente pode deixar seu país e voar para o Japão. Seu país pode ter restrições em termos de movimento de entrada e saída de pessoas de acordo com o desenrolar da situação da pandemia de COVID-19.

Verifique também se o consulado japonês do seu país retomou a emissão de vistos para o Japão.

Escolha sua escola 

Dê uma olhada em nossas opções de escolas no nosso site. Se ainda não tiver certeza de qual escola escolher, entre em contato conosco e alguém de nossa equipe irá ajudá-lo! Cada escolas tem um perfil diferente, algumas focam mais na escrita e no preparo para o ensino superior, enquanto outra trabalham mais a conversação.

A intensidade também é importante: todas as escolas são de segunda à sexta, cerca de 4 horas por dia, mas escolas mais intensivas irão exigir muito estudo extra em casa e será difícil conciliar os estudos com um trabalho de meio-período.

Você pode ver as características e valores de cada escola em nosso site.

Como é o processo de matrícula para o visto de estudante japonês

Depois de escolher sua escola por meio da Go! Go! Nihon, será preciso fazer a matrícula. Enviaremos os formulários que você deve preencher, além de uma lista com os documentos necessários e a taxa de inscrição. 

Você deverá apresentar vários documentos para sua solicitação. Não se preocupe, a Go! Go! Nihon irá ajudá-lo com isso se você solicitar o visto através de nossos serviços. Os documentos variam de acordo com a escola e a pessoa, mas eles incluem:

  • Foto de documento (estilo 3×4)
  • Cópia da página de identificação do seu passaporte 
  • Cópia do seu diploma de graduação mais recente (ensino médio, tecnólogo, bacharel, etc)
  • Extrato bancário recente com pelo menos 1 milhão de ienes (ou o equivalente a essa quantidade em moeda local)
  • Declaração de impostos de renda (provando renda estável e compatível com o valor em conta)

O extrato bancário e o imposto de renda servem para provar que você tem como se sustentar no Japão e pagar os custos da viagem. É preciso ter o dinheiro disponível e uma renda estável. Você também pode apresentar um fiador que tenha o dinheiro e a renda, mas ele precisa ser um parente próximo (pais, irmãos, avós, tios ou cônjuges).

Outros documentos podem ser necessários dependendo do caso:

  • Se você já viajou para o Japão, será preciso apresentar o visto e carimbos de entrada e saída
  • Se você já estudou japonês, será preciso enviar um comprovante dos seus estudos (certificado JLPT, diploma da escola, carta do professor, etc)
  • Se você tem familiares no Japão, será preciso enviar o cartão de residente e contato de seus familiares.
  • Se você já morou no Japão, será preciso apresentar seu cartão de residente antigo.
  • Etc…

OBS: A imigração japonesa tem ficado cada vez mais exigente e agora pede que pessoas sem ensino superior completo ou que tenham mais de 30 anos já tenham um conhecimento básico do idioma. Se esse for seu caso, será preciso ter um certificado JLPT N5, ou no mínimo 150 horas de estudo de japonês.

A equipe da Go! Go! Nihon ajudará você com estes documentos, explicando todos os documentos necessários, checando por erros e realizando a tradução.

É importante ter em mente que as escolas precisam enviar os pedidos de visto de estudante para a imigração japonesa em datas específicas. Se os alunos não fornecerem os documentos exigidos a tempo, a escola não poderá solicitar o visto. Por isso é melhor enviar os documentos o mais rápido possível. Se utilizar os serviços da Go! Go! Nihon, o seu coordenador de alunos irá informá-lo de quando é exatamente o melhor momento para enviar seus documentos.

Matrícula aprovada e o Certificado de Elegibilidade

Depois de ter a matrícula aprovada, a escola irá fazer o pedido de visto para a imigração. Ao ser aprovado, a imigração irá emitir o Certificado de Elegibilidade (CoE). Este documento será enviado para você pelo correio e deverá ser levado para o consulado japonês local para receber seu visto de estudante. Você o receberá cerca de um mês antes de chegar ao Japão para começar suas aulas.

Para converter seu Certificado de Elegibilidade em um visto de estudante, você precisará de:

  • Certificado de Elegibilidade original (não pode ser cópia)
  • Uma foto recente e em boa qualidade (estilo 3×4)
  • Seu passaporte
  • Formulário de solicitação do visto
  • Informações do responsável da escola
  • Termo de compromisso – este é um novo documento exigido pelo governo japonês que estabelece regras referentes ao COVID-19 que os alunos devem seguir para entrar no Japão. Enviaremos uma cópia do documento assim que for confirmada a vinda ao Japão. 

Em casos bem raros, o COE pode ser negado. A imigração japonesa tem os seus próprios motivos para negar as solicitações de estudantes e nem sempre divulga esses motivos. Mas aqui estão alguns motivos pelos quais o COE pode ser negado:

  • Os documentos apresentados são falsos ou contém informações incorretas;
  • As informações apresentados nos formulários são falsas ou incorretas (por exemplo, omitir que teve um visto negado no passado);
  • Ter sido condenado por crime (no Japão ou em outros países);
  • Ter sido deportado do Japão no passado;
  • Não responder o pedido da imigração por documentos adicionais;

Para mais informações do Certificado de Elegibilidade, leia nosso artigo aqui.

Room with bed and desk

Reserve sua moradia 

Com o visto em mãos, você já pode reservar seu voo ao Japão, assim como a acomodação. Pode parecer estranho fazer a busca por moradia tão tarde, mas as imobiliárias japonesas não aceitam reservas com muita antecedência, e é preciso saber o dia exato em que você irá entrar no imóvel e pegar a chave.

Você pode contar com a equipe da Go! Go! Nihon para  ajudá-lo a encontrar um lugar para morar – além dos dormitórios as escolas, temos parceria com vários parceiros de acomodação que oferecem uma variedade de opções. Leia aqui mais sobre tipos de moradia que é possível encontrar no Japão.

Passenger wearing mask at airport

Restrições adicionais devido à COVID-19

Para poder viajar de avião será preciso apresentar uma cópia impressa ou original de uma exame PCR negativo feito nas 72 horas anteriores ao embarque. Será preciso também apresentar um documento que tenha sido preenchido e assinado por uma instituição médica. O resultado deve constar como “NEGATIVO”. Nenhuma outra resposta ou palavra será aceita.

Além do exame PCR, também será preciso monitorar a própria saúde nos 14 dias anteriores ao voo, incluindo verificação diária da temperatura. A maioria das escolas exige que o registro de sua temperatura seja enviado pare verificação. Caso se matricule para estudar no Japão por meio de nossos serviços, vamos instruí-lo sobre como proceder.

Caso apareça algum sintoma da COVID-19, incluindo febre de 37,5°C ou mais, sintomas respiratórios ou forte sensação de fraqueza, você deverá cancelar sua viagem ao Japão.

Ao chegar no Japão, você ficará 14 dias de quarentena. As regras do governo japonês para a quarentena tem mudado constantemente. No passado era possível fazer a quarentena em um local próprio, mas recentemente o governo tem exigido a quarentena em hotéis especiais, escolhidos pelo governo. Entre em contato conosco para informações mais atualizadas.

Você também não deve usar nenhum transporte público e é aconselhável praticar todas as medidas habituais de higiene, como usar máscara, usar desinfetante, lavar bem as mãos e monitorar sua saúde.

FAQ & Mais informações 

A Go! Go! Nihon está aqui para ajudá-lo com qualquer dúvida que você possa ter sobre o processo de solicitação do visto de estudante do Japão.

Verifique nossa FAQ sobre o cronograma de inscrição ou, se você não encontrar sua resposta, entre em contato com a gente. 

Para obter mais dicas e informações sobre como planejar seus estudos no Japão, leia nossos artigos:

*Estudar no Japão por 6 meses: planejamento e cronograma
*Morar no Japão a longo prazo: plano de cinco anos