Quando você pensa em estudar no Japão, Tokyo é a escolha obvia. É a maior região metropolitana do Japão, e possui diversas escolas. Mas o país oferece outras opções interessantes. Por exemplo, que tal Osaka, Kyoto, Fukuoka ou mesmo Hokkaido?

Talvez você pense que ao estudar em uma região longe de Tokyo irá aprender apenas o dialeto regional, mas não se preocupe! Todas as escolas de idiomas no Japão ensinam o hyoujungo (標準語), considerado o idioma Japonês padrão.

Tempo de estudo: Curta duração ou longa duração?

A maioria das escolas oferece cursos que começam 4 vezes por ano (Janeiro, Abril, Julho e Outubro). Iniciantes obrigatoriamente devem começar no início dos cursos.

Uma estadia de 3 meses é ideal para rapidamente melhorar seu idioma sem precisar de um longo preparo. Estudantes interessados em estudar no Japão por 6 meses ou mais terão de aplicar para um Visto de Estudante. Este tipo de visto de longa-duração demora para ser processado (por volta de 3 meses), então interessados devem iniciar o processo com no mínimo 6 meses de antecedência.

A vantagem do visto de estudante é que você poderá trabalhar legalmente no Japão por até 28 horas por semana. Além disso, estudantes podem utilizar o Sistema de Saúde Público Japonês, que cobre 70% de seus gastos médicos por aproximadamente 1.500 ienes por mês. Você pode depois contratar um seguro particular que cubra os outro 30%.

Acomodações

Estudantes podem escolher entre dormitórios, share houses ou apartamento. Algumas escolas oferecem dormitórios para os alunos, com opções de quartos privados ou compartilhados. Dormitórios normalmente são mais baratos que outras alternativas, mas possuem desvantagens como ter que dividir areas comuns com outros moradores.

Share houses são casas ou pequenos prédios que são adaptadas para vários moradores. Elas possuem menos moradores que um dormitório, e são uma opção popular para quem quer conviver com moradores japoneses e conhecer outros estrangeiros.

Alugar um apartamento é um processo complicado mesmo para cidadãos japoneses. É a alternativa mais cara, e não é a ideal para estudantes de idiomas. A maioria dos apartamentos não é mobiliada e requer um depósito inicial (a ser devolvido ao final do contrato), além de custos como a Taxa da chave. Esta taxa é uma espécie de “presente” ao dono do imóvel, que deve ser pago assim que se entra no apartamento e pode custar de 1 a 3 meses de aluguel. Lembre-se também que apartamentos japoneses são muito menores que apartamentos em países ocidentais.

Preparativos iniciais

  • Cartão de Permanência (在留カード, Zairyu Card): Estrangeiros que residam no Japão por mais de 3 meses são obrigados a carregarem sempre este cartão. O cartão também é usado para abrir contas em banco e fechar diversos tipos de contrato. O cartão é obtido no aeroporto ao chegar ao Japão com um visto de longo prazo.
  • National Health Insurance: O seguro de saúde japonês também é obrigatório para residentes de longo prazo no Japão. Ele sobre 70% de seus gastos médicos, e estudantes pagam um valor reduzido (por volta de 1.50 ienes por mês).
  • Celular: A Softbank oferece celulares pré-pagos acessíveis a estrangeiros. Contratos de longo prazo requerem um Cartão de Permanência.
  • Conta no Banco: Para abrir uma conta no banco é necessário ter seu Cartão de Permanência e um número de telefone válido. O Banco Shinsei é uma opção amigável a estrangeiros que falem inglês e o SMBC oferece atendimento eletrônico em português.
  • Cartão de Transporte IC: Os cartões IC são pré-pagos e podem ser comprados por 500 ienes em qualquer estação de trem ou metrô. Além de pagar suas passagens, eles podem ser usados em lojas de conveniência e em algumas máquinas de bebidas. Estudantes podem comprar um passe especial caso precisem usar o trem para ir à escola.
  • Bicicleta: Muitas pessoas no Japão usam bicicletas para curtas distâncias. Bicicletas no Japão devem ser registradas na prefeitura local na hora da compra. Isto custa por volta de 500 ienes.

Como o Go! Go! Nihon te ajuda a estudar no Japão

  1. Escolha uma escola: Confira as diversas escolas em nosso site e decida onde  e quando estudar no Japão!
  2. Inscrição: Oferecemos um processo simples e direto de inscrição online.
  3. Acomodações: Visite nossa página de acomodações para aprender sobre as diversas opções disponíveis!
  4. Apoio no Japão: Oferecemos ajuda antes, durante e depois da viagem! Se tiver qualquer dúvida, é só falar conosco!
  5. Eventos internacionais: Organizamos eventos regularmente, ajudando estudantes a interagirem com japoneses locais.

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.