Nós da Go! Go! Nihon fazemos do processo de solicitação do visto de estudante e do ingresso em uma escola de japonês no Japão algo super fácil. No entanto, ainda existem algumas informações básicas, como, por exemplo, o modo de funcionar das escolas de japonês, o conteúdo das aulas e de que forma as escolas apoiam os alunos em seus objetivos para aprender a língua. Abaixo listamos as 10 perguntas mais frequentes sobre como funcionam as escolas de língua japonesa!

Como é o período letivo das escolas de língua japonesa no Japão?

O período letivo das escolas no Japão começa em janeiro, abril, julho e outubro. É possível estudar japonês por até 2 anos com o visto de estudante, mas é importante verificar a duração do curso na escola escolhida, pois podem variar de acordo com o período. Algumas escolas oferecem cursos de apenas 15 meses, enquanto outras oferecem para 24 meses.

Como são as aulas de japonês no Japão? 

Estudantes de japonês em tempo integral estudam durante 5 dias por semana, geralmente metade de um dia, de segunda a sexta-feira. Os horários das aulas de japonês são prescritos por cada escola, dependendo apenas da disponibilidade dos horários e o nível de idioma do aluno. As aulas de japonês são normalmente divididas em blocos de 4 x 45 minutos ou 2 x 90 minutos, com foco em diferentes tópicos, como vocabulário, gramática, kanji, leitura, escrita, audição e fala.

O que você aprende na aula de japonês? 

Existem diferentes métodos e jeitos de ensinar, que dependem do nível atual do aluno, do seu objetivo no idioma japonês e da intensidade desejada. Normalmente, cada escola ensina uma variedade de tópicos para ajudá-lo a atingir o nível de idioma desejado usando tópicos como vocabulário, gramática, kanji, leitura, escrita, audição e fala.

Quais são as diferenças entre cursos de japonês de alta e baixa intensidade?

Existem várias escolas de idiomas que oferecem cursos de alta e baixa intensidade na língua. Uma escola de alta intensidade espera que você assista todas as aulas, complete uma significativa carga horária de lição de casa e também estude bastante por conta própria. Em certas escolas eles não permitem aos alunos procurar trabalhos de meio-período nos primeiros três meses, mas há outras que permitem. Uma escola de baixa intensidade terá uma carga horária de aula semelhante das escolas de alta intensidade, mas com menos lição de casa e estudo por conta própria. Fica mais fácil acompanhar o currículo da escola e passar de ano.

Como sou aprovado na escola de japonês? 

Todas as escolas tem testes regulares durante todo o período e no final de cada período (normalmente em torno de três ou seis meses). Também há testes de nível para verificar a sua proficiência no idioma, que permitem a você subir de nível se passar com êxito. Para passar no teste de nível, será preciso mostrar que você acompanhou os trabalhos em sala de aula, fez as tarefas de casa, além de ter estudado o máximo possível sozinho.

Japanese language school in Japan

Qual a diferença entre o JLPT e o J-Test?

O JLPT, ou Exame de Proficiência em Língua Japonesa, é considerado o exame padrão para alunos de japonês e o mais conhecido. O teste existe desde 1984 e testa vocabulário, gramática, leitura e audição. Se fizer o teste no Japão, há duas oportunidades para prestar a prova durante o ano. Uma em julho e outra em dezembro. Em outros lugares do mundo a frequência é de duas vezes ou uma vez ao ano.

J-Test, ou o Teste de Japonês Prático, começou em 1991 e é dividido em nível iniciante, iniciante para intermediário e avançado. O teste é constituído de escrita, leitura, audição e vocabulário. O exame é realizado seis vezes por ano para estudantes do intermediário ao avançado e três vezes ao ano para estudantes iniciantes no Japão. Este exame não é realizado internacionalmente, com algumas localidades ao redor do mundo, como Ásia ou Brasil, onde é possível prestar a prova fora do Japão.

Quanto tempo leva para ser proficiente em japonês? 

Se estudar japonês em tempo integral, normalmente leva de 18 meses a 2 anos para que os alunos passem do iniciante ao avançado (N1/N2). É importante que os alunos se esforcem e estudem fora da sala de aula, além de frequentar as aulas diárias regularmente. 

Estudar japonês em sala de aula é o suficiente para ser fluente?

Fazer a lição de casa e estudar por conta são necessários para todos os níveis de japonês. Os alunos comprometidos com o idioma são incentivados a participar de todas as aulas, a concluir todos os trabalhos de casa necessários e dedicar um tempo fora da escola para estudar o idioma. Se falar japonês fluentemente é sua meta, será preciso praticar o idioma com frequência.

Por que as escolas de japonês ensinam em japonês? 

É a melhor maneira de mergulhar no idioma. Os professores usam japonês diariamente em todas as aulas e é o melhor método para se tornar fluente rápido. Pode ser difícil no começo, mas não se deixe intimidar. Todas as nossas escolas parceiras oferecem suporte ao aluno se for necessário. 

Aprender japonês no Japão é a melhor maneira de dominar o idioma? 

Em resumo: sim! Se você está estudando o idioma, nada melhor que estudar, enquanto se vive no país onde se fala esta língua. Aprender japonês e estudar em uma escola de língua japonesa no Japão, significa que você está totalmente imerso na língua, cultura e sociedade, tornando a sua estadia uma experiência mais abrangente, pois você poderá usar a língua o tempo todo, além de entender melhor as nuances culturais do idioma.

Para qualquer dúvida sobre a solicitação do visto de estudante ou de qual escola é mais adequada para você, entre em contato com a equipe do Go! Go! Nihon. Nós o ajudaremos em todo o processo.

Aprenda japonês com os cursos online da Go! Go! Nihon

Saiba mais