Uma cidade tranquila e cheia de cervos amigáveis andando livremente como em um filme da Disney. É o que muitas pessoas imaginam quando pensam em Nara. Mas a cidade tem muito mais a oferecer aos seus visitantes. Neste artigo, contamos o que torna único e os motivos para você incluir Nara em seu itinerário de viagem no Japão.

Localizada na região de Kansai (Kansaiken 関西圏), a cidade de Nara tem uma profunda formação religiosa e cultural e é um destino de viagem perfeito ao visitar o Japão. Infelizmente, muitas vezes ela é ofuscada por cidades vizinhas mais famosas – Kyoto ou Osaka. Mas, nós acreditamos que a arquitetura magnífica de Nara, a sua natureza divina e a deliciosa culinária transformarão sua viagem em uma emocionante aventura.

Uma breve história da cidade de Nara

Fundada em 710, Nara foi a primeira capital do Japão. Era uma cidade diversificada que adotou múltiplas tradições da China e da Coreia. Uma delas foi o budismo que rapidamente se espalhou por todo o país e se tornou a principal religião do Japão.

Mas apesar do crescente poder do budismo, o xintoísmo local não desapareceu. Ao passear pela cidade de Nara, você notará como os templos budistas se harmonizam perfeitamente com os santuários xintoístas. É a mesma harmonia que existia entre as duas religiões naquela época.

Em 794, Kyoto se tornou a nova capital. O período Nara acabou, mas deixou uma herança cultural abundante que ainda hoje apreciamos.

O que fazer em Nara

A cidade de Nara possui o maior número de pontos turísticos do Japão considerados Patrimônios Mundiais da UNESCO. E, apesar de seu diminuto tamanho, tem pontos turísticos absolutamente imperdíveis! Se não sabe o que fazer em Nara, aqui está uma lista de lugares fantásticos que você não pode perder.

Deer standing beside stone pillar at a temple site in Nara

Conhecendo os sagrados cervos de Nara

Comece a sua aventura com a atração turística mais popular da cidade – o Parque de Nara. Os cervos de Nara vagam livremente e não têm medo das pessoas. Você pode vê-los facilmente andando nas ruas, faixas de pedestres e às vezes até aparecendo em uma mercearia ou cafeteria.

Segundo a religião xintoísta, os cervos são “mensageiros dos deuses”. No parque de Nara, esses sagrados animais foram cuidadosamente protegidos por muitos anos.

Antes da pandemia de COVID-19, as pessoas compravam o shika senbei 鹿せんべい (biscoitos para cervos) para alimentá-los. Mas, recentemente, a Fundação de Preservação dos Cervos de Nara anunciou que as pessoas não podem mais dar comida aos cervos.

Sim, é um tanto decepcionante… mas, anime-se! Conhecer cervos selvagens vagando livremente é uma amiga por si só! E acreditamos que uma vez que você os veja, nunca mais os esquecerá.

Explore os templos budistas de Nara

Para entender as tradições espirituais japonesas, você deve consultar as suas raízes. Visite em Nara os templos budistas que tiveram um notável impacto na formação da espiritualidade japonesa.

  • Explore o magnifíco Tōdaiji (東大寺), um templo que já foi o centro da prática do budismo no Japão. Dentro dele, você verá uma gigantesca estátua de bronze do Tōdaiji Buda (Daibutsu 大仏).
  • Visite o Hōryūji (法隆寺), a estrutura de madeira mais antiga do mundo que possui objetos de veneração antigos e uma impressionante coleção de arte budista.
  • Admire a beleza do Yakushiji (薬師寺), templo em que o imperador Tenmu (reinado de 673–686) escolheu para orar pela recuperação de sua esposa. Foi o primeiro templo do Japão a ter dois pagodes.

Buddha statue inside a temple in Nara

Veneração no santuário mais famoso de Nara

O Kasuga Taisha 春日大社 é um antigo santuário localizado bem no coração do parque de Nara. Desde o século VIII, os fiéis doaram 3.000 tipos de lanternas que você pode ver em todos os lugares: no caminho, nas construções e até no pátio interno. Esses detalhes transformam esse santuário japonês em um lugar genuinamente misterioso.

Descubra aqui como rezar em um templo japonês.

Encontre paz interior em um jardim tradicional japonês

Dê um passeio no jardim Isuien 依水園, um oásis tranquilo localizado no centro da cidade de Nara. O deslumbrante jardim está rodeado por lagoas e dividido em duas partes que representam diferentes períodos (séculos XVII e XX). Se quiser ver artefatos antigos da China e da Coreia, também há um pequeno museu.

Viaje de volta no tempo visitando Naramachi

Passear por Naramachi 奈良町, um antigo distrito comercial de Nara, é como voltar ao período Edo (1603-1868). As vielas estreitas têm casas de madeira bem preservadas chamadas machiya 町家, que hoje funcionam como museus, lojas e restaurantes. Perca-se na cidade e se imagine em 1800!

Descubra um dos melhores pontos para ver as flores de cerejeira no Japão

Se você visitar a cidade de Nara no verão, você deve escalar sem falta o Monte Yoshino (Yoshinoyama 吉野山) para celebrar a primavera. Durante a estação de cerejeiras, este Patrimônio Mundial da UNESCO é o ponto número no Japão para admirar a beleza das flores de cerejeira!

Comida local de Nara

Sua viagem pela cidade de Nara seria incompleta sem experimentar a culinária japonesa local. Especialmente, quando alguns especialistas afirmam que Nara foi o berço da culinária japonesa. Para ter uma experiência autêntica de Nara, aqui estão algumas iguarias locais que você definitivamente deve experimentar.

Narazuke 奈良漬 é um prato de conserva feito de vegetais e frutas. Os japoneses usam uma mistura de saquê emirin 味醂 (vinho de arroz doce para cozimento) para marinar os ingredientes e garantir um equilíbrio perfeito entre o doce e o salgado. O processo de cozimento pode levar até 4 anos!

Miwa Somen 三輪素麺 é um macarrão tradicional japonês que chegou ao Japão através da China. Os moradores locais costumam adicionar o macarrão a um caldo quente, transformando-o em uma perfeita refeição de inverno.

Kakinoha-zushi 柿の葉寿司 é muito diferente de um tradicional sushi japonês. Servido com salmão ou cavala, este sushi é envolto em folhas de caqui que devem ser retiradas para degustá-lo.

Quando falamos de bebida, temos o chá Yamato. Ele é orgânico, rico em sabor e tem uma saturada cor verde.

E se você curte bebidas alcoólicas, não deixe Nara sem experimentar o saquê local. Acredita-se que Nara seja o berço do saquê que conhecemos hoje. Tudo começou há 600 anos em Shōryakuji 正暦寺, um templo que acredita-se ter estabelecido técnicas de fabricação de saquê que formam as bases do saquê moderno.

Por que vale a pena visitar a cidade de Nara?

Seja você um aventureiro, um amante de gastronomia ou um amante da natureza, a cidade de Nara é um lugar fantástico para explorar. Tem uma deliciosa comida, templos budistas surpreendentes, santuários xintoístas impressionantes, rotas calmas para caminhadas e trilhas de tirar o fôlego. Tudo nesta cidade irá lembrá-lo das influências budistas e xintoístas, levando você de volta ao Japão antigo.

A alma de qualquer cidade são suas pessoas, e Nara não é uma exceção. Aprenda algumas frases diárias para se comunicar com os cidadão de Nara em restaurantes, lojas e museus. Às vezes, um pequeno bate-papo com a população local pode dizer mais sobre a cidade do que os monumentos históricos.

Se você considera estudar japonês a sério, nossas escolas em Kyoto e Osaka o ajudará a adquirir habilidades fluentes de comunicação para aproveitar ao máximo sua estadia no Japão.

Se deseja aprender mais sobre destinos de viagem no Japão, culinária, cultura ou língua japonesa, dê uma olhada no resto do nosso blog!