Você terminou o seu curso de língua japonesa, tem as qualificações certas ou a experiência profissional e quer encontrar um emprego no Japão. A maneira de conseguir emprego no Japão é provavelmente um pouco diferente do seu país de origem, então comece a ler para descobrir como funciona esse processo!

Como conseguir emprego no Japão

O processo de encontrar um emprego no Japão para estudantes é muito longo e único comparado com outras partes do mundo. Em japonês, ele se chama 就職活動 (shushoku katsudo), ou “atividade de procurar emprego”.

Para estudantes universitários, este processo começa cerca de um ano antes de se formar e grandes empresas japonesas, muitas vezes, contratam uma vez por ano durante o período final do shushoku katsudo em abril.

Expectativas dos estrangeiros que trabalham no Japão

Para estrangeiros que estudaram em uma escola de línguas no Japão, a melhor aposta para procurar emprego no país é procurar por empresas que tenham necessidade de funcionários estrangeiros.

O número de trabalhadores estrangeiros no Japão duplicou entre 2013 e 2017 e continua a crescer, então há certamente oportunidades para estrangeiros no Japão. Normalmente, empresas que contratam estrangeiros são grandes marcas internacionais com equipes no Japão, mas também empresas japonesas que contratam funcionários internacionais para “encurtar a distância” entre o Japão e outros países.

Estes empregos normalmente requerem, pelo menos, tanto habilidades em japonês no nível N2 como inglês de negócios ou fluente (mais qualquer outra língua que seja útil para a empresa). Você deve estar familiarizado em como usar keigo, ou japonês formal, tanto falado quando escrito. Além disso, você precisa ser capaz de preparar um currículo japonês e uma carta de apresentação, assim como estar preparado para as entrevistas de emprego, incluindo ter conhecimento das perguntas básicas e como se vestir!

Você também deve ter pelo menos um diploma de ensino superior, seja no seu país de origem ou de uma faculdade japonesa, para que a empresa patrocine o seu visto. Ou se você não tiver isso, você precisa provar que tem entre 5 e 10 anos de experiência em uma indústria específica.

Qual tipo de trabalho posso fazer?

Há várias categorias de visto de trabalho diferentes no Japão, que cobrem uma série de profissões como:

  • Altamente qualificado
  • Professor
  • Artista
  • Jornalista
  • Gerente de Negócios
  • Engenheiro/Especialista em Humanidades/Serviços Internacionais
  • Serviços Médicos
  • Pesquisador
  • Serviços de Contabilidade/Jurídicos

Se você tiver grandes habilidades no japonês e fluência em outras línguas (especialmente o inglês), com certeza você terá inúmeras oportunidades de trabalho na terra do sol nascente. Você pode trabalhar em tradução, interpretação, ensino, hospitalidade e serviço ao cliente.

Se você se formou em algo específico na faculdade, você pode procurar empregos nessa área, por exemplo, engenharia, marketing, comunicação, vendas etc.

Estágios também podem ajudá-lo a entrar no mercado, já que eles ajudam a ganhar experiência de trabalho, desenvolver habilidades de comunicação etc.

Onde posso encontrar estes empregos?

Os sites de emprego, incluindo a nossa própria página Jobs in Japan, agências de recrutamento e LinkedIn, são plataformas comuns utilizadas por empresas no Japão para anunciar vagas de emprego.

Note que você pode procurar por trabalho no Japão até o último dia do visto de estudante.

Trabalhar no Japão como estrangeiro será uma experiência única na sua vida. Com a experiência de trabalho e formação corretas, além das habilidades linguísticas, você pode conseguir encontrar um bom emprego no Japão.