Aonde quer que estejamos, todos temos alguns dias livres para comemorar e descansar durante nossos feriados locais. Essas datas comemorativas são culturalmente das mais vastas e ricas. Elas podem fazer alusão a tradição histórica e cultural de um país, ou até contrastar suas diferenças quanto aos outros. Pegue como exemplo nossos feriados da Independência e de Nossa Senhora Aparecida de um lado e o ano novo chinês, comemorado em fevereiro, do outro. Os feriados no Japão não poderiam ser diferentes. Sendo argumentalmente um dos países culturalmente mais ricos, os feriados no Japão são repletos de tradição e história. Falamos apenas dos feriados nacionais, caso abordássemos também datas comemorativas de municípios e províncias, mergulharíamos em uma ainda maior, imensidão de tradições, costumes, folclore e história.

Há um total de 16 feriados nacionais no Japão, entretanto em 2019, com a abdicação do imperador Akihito, o país passará a contar com 15. Na ausência do imperador, o calendário de feriados no Japão não contará mais com o dia de comemoração ao aniversário do imperador! Os feriados nacionais no Japão vão dos mais tradicionais, como o ano novo e o Dia da Fundação Nacional do Japão, até alguns mais específicos como o Dia da Maioridade Seijin Shiki ou Seijin no Hi (成人の日), e o já mencionado, aniversário do imperador.

Vamos conferir a lista de feriados no Japão!

Feriados no Japão - Calendário

Dia de Ano Novo

Apesar do nome familiar e auto explicativo, no Japão o feriado é culturalmente singular. 元日(Ganjitsu, “O Dia de Ano Novo”) tem seu pontapé inicial de comemorações durante o período do 正月 (Shougatsu, “Temporada de Ano Novo”), que geralmente compreende os 3 primeiros dias do ano. Um pouco diferente da forma como é celebrado no ocidente, sem muitas de suas extravagancias, é o período de festividades mais importante do Japão.

Ao longo do feriado, os japoneses comem a especial combinação お節料理 (Osechi-Ryouri, “Refeição Servida Durante o Período de Ano Novo”) que consiste de uma variedade de alimentos doces, azedos e secos que não dependem de refrigeração. A tradição remonta à época em que os lares não possuíam refrigeradores e as lojas se encontravam fechadas devido ao ano novo. Embora mudem de acordo com a região, essas refeições geralmente consistem de alimentos populares, como bolinhos de arroz, frituras, omeletes, e bolos de peixe.

Também é um antigo costume acordar cedo para ver o primeiro nascer do sol do ano. Tradicionalmente, os japoneses fazem trilhas, algumas que podem levar horas durante a noite para poderem se preparar para essa ocasião. Após o nascer do sol, muitos visitam um santuário local e oram pelo ano que está por vir. Essas tradicionais atividades são recomendadas a todos que estiverem no Japão durante o feriado de ano novo.

Outra tradição presente é a de escrever 年賀状 (Nengajou, “Cartões Postais do Dia De Ano Novo”) à mão para cada membro de sua família e amigos mais próximos, desejando-lhes um feliz ano novo e avisando-os que tudo está bem e todos estão felizes e saudáveis. As crianças também recebem  お年玉 (Otoshidama, “Presentes de Ano Novo”), dinheiro embrulhado em envelopes de seus pais ou avós.

É uma época encantadora para se estar no Japão. O comércio fecha, as pessoas voltam aos seus lares, e o país entra em um fascinante clima de tranquilidade, humildade e espiritualidade.

Dia da Maioridade

成人の日 (Seijin no Hi, “Dia da Maioridade”) O Dia da Maioridade ocorre durante a segunda segunda-feira de janeiro. É uma celebração para parabenizar aqueles que chegaram aos 20 anos—a idade da maioridade no Japão. Nos escritórios distritais e municipais locais, jovens adultos se reúnem para discursar em cerimônias do Dia da Maioridade, as mulheres vestidas com seus 振袖 (Furisode, “kimonos de Manga Longa”) e os homens em suas 袴 (Hakama, “Saias Masculinas Formais”)—embora hoje em dia cada vez mais homens usem ternos ocidentalizados. Após as formalidades, grupos de amigos se reúnem para passarem a noite juntos se divertindo pela cidade.

Dia da Fundação Nacional do Japão

No dia 11 de fevereiro, o país comemora o 建国記念の日 (Kenkoku Kinen no Hi, “Dia da Fundação Nacional”), que é o dia da fundação do país de acordo com o 日本書紀 (Nihon Shoki, “Crônicas do Japão”) segundo livro mais antigo sobre a história do Japão. De acordo com a mitologia, neste dia, o imperador Jimmu, descendente direto da deusa Amaterasu, subiu ao trono. À época do antigo calendário lunar usado no arquipélago, a data correspondia ao primeiro dia do primeiro mês do ano. Apesar das características da sociedade e do orgulho japonês, não é comum o exibicionismo público nacionalista ou patriótico durante a data. Consequência da história de rendição do Japão após a Segunda Guerra Mundial. O dia 11 de fevereiro foi propositalmente o dia em que o General Douglas MacArthur promulgou o novo modelo de constituição do Japão em 1946, deixando assim, o feriado desfalcado de parte de sua memória afetiva e referências ao imperador.

Equinócio da Primavera no Japão

Geralmente entre os dias 19 e 22 de março, comemora-se o 春分の日 (Shunbun no Hi, “Equinócio da Primavera no Japão”) inicialmente um evento xintoísta conhecido como 春季皇霊祭 (Shunki Koureisai). Hoje em dia o feriado celebra o equinócio da primavera, momento em que a luz do dia e da noite são às mesmas. É a data de mudança oficial das estações, da mesma forma que o 秋分の日 (Shuubun no Hi, “Dia do Equinócio Outonal”), indica a passagem para o outono. Normalmente o feriado é uma época em que os japoneses visitam túmulos de entes queridos, homenageiam ancestrais, e refrescam suas vidas limpando seus lares. As pessoas tiram o dia de folga para estar ao lado de suas famílias e aproveitar a chegada da primavera após o inverno. Muitos ainda visitam túmulos ancestrais e varrem seus arredores, essa tradição é ainda mais importante durante o Equinócio de Outono.

Dia de Showa 

Celebrado no dia 29 de abril, 昭和の日 (Shouwa no Hi, “Dia da Era Showa”) o feriado homenageia o aniversário do imperador Showa Hirohito, imperador regente de 1926 até 1989. O Dia de Showa é uma data para relembrar os 63 turbulentos anos que marcaram o reinado de Hirohito. Um período que compreende eventos conturbados de guerra, transformação cultural pela influência estrangeira, tentativas de golpe de Estado e a ascensão meteórica do Japão no cenário internacional com o milagre econômico do pós-guerra.

Além disso, a data marca o início da importante semana da ゴールデンウイーク (Goruden Wiiku, “Golden Week”), época do ano com o mais intenso fluxo de turistas, que aproveitam os recém chegados dias da primavera, viajando pelo Japão. A “Golden Week” é a mãe de todos os feriados japoneses. O dia da Era Showa, Dia da Constituição do Japão, Dia do Verde e o Dia das Crianças, feriados que constituem a semana—dependendo do ano—podem todos cair alinhados em uma única semana (ou até mais!). A semana de férias dos sonhos para os atarefados funcionários japoneses, época do ano em que até mesmo algumas empresas fecham completamente suas operações. Um período com ruas, estações e atrações turísticas cheias, vôos mais caros do que o habitual, mas com diversão garantida com a semana de ouro dos feriados no Japão!

Dia da constituição do Japão

憲法記念日 (Kenpou Kinenbi, “Dia Memorial da Constituição”), no dia 3 de maio, o país celebra a criação da nova, e vigente, constituição de 1947. Promulgada no pós-Segunda Guerra Mundial.

Dia do Verde no Japão

O feriado do 緑の日 (Midori no Hi, “Dia do Verde no Japão”) é oficialmente um dia para comungar com a natureza. Uma das características mais marcantes da sociedade japonesa é o seu fascínio, paixão e sensibilidade com o meio ambiente. Característica intimamente ligada as tradições xintoístas presentes nos pilares fundadores da nação. Com a proposta inicial de homenagear a data de nascimento do imperador Showa Hirohito, grande apreciador da flora japonesa, o feriado inicialmente erá celebrado no dia 29 de abril. Entretanto, a partir de 2006, o dia 29 de abril passou a abrigar o feriado do Dia da Era Showa, e o Dia do Verde do Japão foi realocado para o dia 4 de maio, um dos dias da “Golden Week” que ainda não havia sido preenchido. Diz-se também que a mudança na data do feriado visava dissociar a imagem do imperado ao propósito do dia. Afinal, o período em que ele esteve no poder foi bastante conturbado para o Japão e sua figura é até os dias de hoje muito associada a Segunda Guerra Mundial. Dessa forma, o feriado homenageia a admiração do antigo imperador pela natureza sem abertamente mencionar o seu nome. E na prática, a sempre amada “Golden Week” ganha ainda mais um dia.

Dia das Crianças

Dia das Crianças

Encerrando a “Golden Week”, o 子供の日 (Kodomo no Hi, “Dia das Crianças”) Dia das Crianças japonês é celebrado no dia 5 de maio. Além de uma data para as crianças, o feriado festeja também os pais e mães, responsáveis por suas criações. Bandeiras no formato de carpas penduradas em postes sobre algumas casas japonesas apontam para famílias comemorando o Dia das Crianças. A carpa preta representa o pai, vermelha a mãe, e carpas adicionais colocadas abaixo das duas correspondem aos filhos. As carpas fazem alusão a uma lenda chinesa sobre o caminho de uma carpa nadando correnteza acima para se tornar um dragão e assim, voar para o céu.

Dia do Mar

Realizado na terceira segunda-feira de julho, o 海の日 (Umi no Hi, “Dia do Mar”) é um feriado de celebração e gratidão ao oceano e toda sua generosidade. Como um país insular, o oceano sempre foi e sempre será parte muito importante da cultura japonesa. Seu simbolismo está entrelaçado nas raízes da história e do folclore japonês. Os oceanos também exercem enorme influência na economia e no dia-a-dia do Japão. Parte dos alimentos mais importantes da dieta do povo japonês vem dos oceanos e o desenvolvimento marítimo foi fundamental para o avanço econômico do país.

Além disso, o feriado normalmente caí ao fim da estação das chuvas, presenteando os japoneses com um belo motivo para aproveitarem seu dia de folga sob o sol do verão em um dia na praia.

Dia da Montanha

O feriado do 山の日 (Yama no Hi, “Dia da Montanha”), assim como o Dia do Mar, homenageia outro importante símbolo presente no ecossistema japonês. Parte da história e do folclore do país japonesa, e ocupando cerca de 70% do território do arquipélago, desde 2016, em todo dia 11 de agosto é celebrado o Dia da Montanha. Impossível não pensar no Monte Fuji. Um dos mais marcantes símbolos do país, e a maior montanha do arquipélago, o Monte Fuji é considerado pela Unesco não só um patrimônio natural, mas um patrimônio cultural da humanidade, dada a sua importância simbólica nas artes e sua referência constante ao Japão. Ao lado das intermináveis costas do país e suas profundas conexões com o oceano, os vastos espaços ocupados pelas montanhas no Japão merecem a mesma admiração e respeito.

Dia do Respeito aos Idosos

Graças ao sistema ハッピーマンデー制度 (Happī Mandē Seido, “Sistema Happy Monday), o feriado do 敬老の日 (Keirou no Hi, “Dia do Respeito aos Idosos”) acontece na terceira segunda-feira de setembro. O sistema realocou certos feriados no Japão para as segundas-feiras, permitindo assim que os japoneses pudessem desfrutar de mais finais de semana de três dias. Homenageando os idosos, o Dia do Respeito aos Idosos é um excelente exemplo de como os japoneses respeitam os mais velhos. As notícias dão destaque aos idosos e aqueles com mais longevidade do arquipélago, e pequenos festivais locais são abundantes.

Em 1963, o número daqueles que atingiram a marca dos 100 anos dentro da população japonesa era de 153, em 2014, o país contava com 29,357 de seus habitantes com 100 ou mais, anos de idade. Originalmente o governo japonês presenteava àqueles que alcançavam os três dígitos com conjuntos de xícaras de saquê de prata, mas o aumento da quantidade e consequentemente do custo do número de produção de suas xícaras, fez com que o governo japonês tivesse que repensar a forma com que parabeniza seus filhos mais velhos!

Dia dos Esportes e Saúde no Japão

Realizado anualmente na segunda segunda-feira de outubro, o 体育の日 (Taiiku no Hi, “Dia dos Esportes e Saúde no Japão”) celebra os jogos olímpicos de verão do ano de 1964, que assim como acontecerá em 2020, tiveram Tóquio como cidade-sede. O governo promove pelo país campanhas por um estilo de vida atlético e saudável.

Durante o dia as escolas japonesas anualmente realizam seus 運動会 (Undou-kai, “ Dia dos Esportes”), um enorme evento para todas as escolas em que os estudantes participam de atividades físicas que vão do atletismo e do cabo de guerra até jogos regionais. Os professores desafiam seus alunos em atividades esportivas, os pais se juntam a diversão participando de corridas carregando seus pequenos ou fazendo malabarismo com equipamentos esportivos, todo o dia se transforma, assim, em um grande festival ao ar livre. Divertidíssimo de se participar e acompanhar!

Dia Nacional da Cultura

文化の日 (Bunka no Hi, “Dia da Cultura”) Celebrado todo dia 3 de novembro com o fim de promover a cultura e os acadêmicos do país. Exposições de arte são realizadas e prêmios concedidos a artistas e acadêmicos. Originalmente um feriado em comemoração ao aniversário do imperador Meiji, eventualmente se transformou no dia nacional da cultura no Japão.

Dia de Agradecimento ao Trabalho

勤労感謝の日 (Kinrou Kansha no Hi, “Dia de Agradecimento ao Trabalho”) o dia 23 de novembro, é o dia em que os japoneses mostram gratidão uns aos outros pelo trabalho árduo e produtividade. Suas raízes vem de um antigo festival da colheita, onde o imperador dedicava os bons frutos do ano aos deuses xintoístas. O mês escolhido para a comemoração não poderia ser diferente, novembro é o mês referente a colheita de arroz, que foi, e provavelmente sempre será, o principal produto agrícola cultivado no Japão. Embora não seja um feriado nacional no Japão, o dia 1 de maio também é comemorado como o dia do trabalho por muitos sindicatos no Japão, com grandes comícios e passeatas em Tóquio, Osaka e Nagoya.

Dia de Aniversário do Imperador

O 天皇誕生日 (Tennou Tanjoubi, “Dia de Aniversário do Imperador”) é hoje em dia comemorado no dia 23 de dezembro, data de aniversário do atual imperador. No Japão, a data de aniversário do imperador regente é considerada feriado nacional. O imperador Akihito irá se aposentar no dia 30 de abril de 2019, logo o feriado entrará em um hiato até que o novo imperador suba ao trono.

O feriado é uma das duas únicas ocasiões onde é permitida a visitação pública ao palácio imperial. Durante este dia, o imperador e a imperatriz, assim como membros da família imperial, acenam em gratidão, da varanda do palácio, à multidão presente.

Feriados no Japão: Uma lista maior do que você imagina 

Além de suas legítimas datas de feriados no Japão, o país tem datas festivas que tiram proveito do modo como o idioma funciona: seu estilo de escrita não-fonético com diferentes formas de pronunciar o mesmo caractere devido às suas raízes nos caracteres chineses, entrelaçados e adaptados ao longo do tempo para atender a pronúncia japonesa . São portas abertas para inúmeros trocadilhos. Apesar de não contarem com os dias de folga, essas datas podem trazer ótimos benefícios e gratas surpresas!

Todo dia 29 do mês, por exemplo, é o 肉の日 (Niku no Hi, “Dia da Carne”). Por que, você se pergunta? Em japonês, a pronúncia do número dois é “ni,” e do número nove é “kyuu” ou “ku.” Junte os dois e o resultado é ni-ku, ou a palavra para carne. Entendeu? Pois é! Faça uma visita aos supermercados nesse dia e você frequentemente encontrará promoções de carne por excelentes preços! No dia 22 de novembro (mês 11), casais muitas vezes são surpreendidos com ofertas especiais, pela semelhança do número 11 com “ii” que por sua vez, significa “bom,” e 22 pronunciado como “fufu,” que significa casal. Os trocadilhos não tem fim, e alguns são bastante extensos, mas é uma divertida maneira de observar como a língua funciona e até exercitar seu vocabulário. Fique atento a esses peculiares feriados no Japão.

De todos feriados no Japão que seguem essa lógica de trocadilhos, sem dúvidas o meu favorito é o dia do Goku! Quem é Goku? Ele mesmo! O protagonista da famosa obra de Akira Toriyama, Dragon Ball. Desde 2015, o dia 9 de maio é o dia do Goku, e como não poderia ser diferente, a data não foi escolhida aleatoriamente, há um trocadilho por trás. Ao separarmos as silabas do nome do personagem ficamos com “go” e “ku”, em japonês os numerais “5” (五) e “9” (九). Logo o nono dia do quinto mês do ano, foi dedicado ao querido personagem presente na juventude de muitos. Sim, um desses feriados no Japão celebra o Goku! Esse é o quão incrível a terra do sol nascente é!

Pode parecer extensa a lista de feriados no Japão, mas pelo tanto que eles se dedicam ao trabalho, todos são merecidos. Talvez ainda mais sejam necessários! Venha e desfrute de um ou dois, feriados no Japão, entretanto fique de olhos atentos ao período da Golden Week. Caso esteja se perguntando por que os preços estão tão elevados, esse pode ser o motivo! Entre em contanto conosco ainda hoje para descobrir a sua melhor maneira de aproveitar a vida no Japão!

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.