No Japão, o feriado ocidental do Dia dos Namorados se tornou popular nos anos 50. Há também outra data comemorativa chamada White Day (ホワイトデー) no dia 14 de março, que foi criado para os homens darem presentes e mostrarem gratidão às mulheres que lhes presentearam no mês anterior.

Continue lendo para saber mais sobre os tipos de presentes que você pode esperar receber e dar no White Day, as origens desta data comemorativa e sua situação atual em meio as mudanças culturais e sociais do Japão.

Valentine Day 

Primeiro, é importante entender como o costume de dar presentes no Valentine Day se diferencia entre o Japão e o ocidente. Neste dia, o comum é as mulheres darem presentes ou chocolates para os amigos, colegas de trabalho, familiares e pessoas nas quais elas estejam interessadas. Existem até diferentes termos para diferenciar cada tipo de presente.

O tomo-choco (友チョコ ) é uma combinação do kanji de “amigo” e chocolate, sendo o chocolate dado aos amigos. O giri-choco (義理チョコ) é literalmente o “chocolate obrigatório”, dado para companheiros de trabalho e conhecidos por questão de formalidade. E finalmente o honmei-choco (本命チョコ) ou “chocolate de amor sincero”, reservado para situações mais sérias, como um parceiro romântico. Contudo, há vezes que os homens quebram as convenções e dão chocolates para as mulheres no Valentine Day. Isto é chamado de gyaku-choco (逆チョコ) ou “chocolate reverso”. 

As mulheres também fazem seus caprichos. É possível esperar ver no Valentine Day vários moldes e embalagens diferentes nesta época do ano. No entanto, depois de anos seguindo essa tradição antes da chegada do White Day, as mulheres começaram a questionar a imparcialidade de dar presente de forma unilateral.

Origens do White Day no Japão

Acredita-se que o White Day tenha sido criado na década de 70 com uma empresa de doces com sede em Fukuoka, Ishimura Manseido. Um executivo leu uma carta em uma revista feminina, em que uma leitora lamentava o fato dos homens receberem chocolate das mulheres no Valentine Day, mas as mulheres não receberem nada em troca. “Por que eles não nos dão nada? Um lenço, doce ou até marshmallow…”, ela escreveu. Em uma reunião da empresa, Ishimura pediu às funcionárias que escolhessem um dia para as mulheres receberem presentes, e todas concordaram em escolher o dia 14 de março, um mês após o Valentine Day. A prática cultural de dar presentes para agradecer, no fim das contas, tem um fundo comercial no Japão.

O comentário sobre marshmallows levou Ishimura Manseido a cunhar o “Marshmallow Day” e criar um novo doce com pasta de marshmallow recheada de chocolate para a ocasião. Ele criou até um slogan: “Eu gostaria de pegar o chocolate que ganhei de você e embrulhá-lo com meu coração branco”. O nome da data foi alterada para “White Day” para ficar mais abrangente, embora ainda estivesse ligado ao marshmallow. Na década de 80 o White Day se tornou popular em todo o Japão. Outros países da Ásia também adotaram a tradição. Até hoje, os marshmallows ainda são presentes populares no White Day no Japão.

White day in Japan gifts

Tipos de presentes no White Day 

Assim como acontece com os diferentes tipos e significados de presentes do Valentine Day, os presentes do White Day também tem categorias dependendo do seu destinatário. No local de trabalho, é comum os homens comprarem uma caixa de chocolates para as mulheres. Já entre namorados os presentes são muito mais chiques. Espera-se que os presentes tenham um valor três vezes maior do que aquele recebido pelo homem. Por tradição, os presentes também devem ser brancos – jóias em ouro branco, prata ou platina, doces brancos ou roupas e acessórios brancos. No entanto, com o tempo, a expectativa foi diminuindo. Os presentes não precisam mais ser brancos, embora as mulheres ainda esperem que sejam caros e de alta qualidade. Para as pessoas para as quais se deseja recusar gentilmente o presente recebido no Valentine Day, é cortesia devolver com doces com pelo menos o mesmo valor.

Como o White Day mudou no Japão 

Ao longo dos anos, o White Day tem perdido popularidade. Houve mudanças culturais relacionados ao gênero, expectativas da sociedade e até questões financeiras. Primeiro, o White Day depende dos homens e se eles receberam presentes no mês anterior. Contudo, nos últimos anos, os gastos no Valentine Day diminuíram, o que significa que os gastos no White Day também diminuíram. Os japoneses também consideram que a cultura de presentear de volta ou okaeshi pode levar a um ciclo de pressão apenas para manter a harmonia das relações sociais. As mulheres do Japão também tem ido contra a tradição de dar chocolates e vem questionando a pressão de dar chocolates por obrigação. Uma pesquisa de 2019 mostra que 60% das mulheres preferem comprar chocolates para si próprias ou para familiares. Um total de 36% das mulheres mantinham a prática de dar chocolates a seus parceiros ou pessoas amadas.

Caso escolha participar este ano desta tradição no Japão e acabar recebendo um presente de White Day, saiba que a história deste feriado e suas implicações culturais são fascinantes.

Para aprender mais sobre a vida e cultura no Japão, mantenha ligado no blog da Go! Go! Nihon.