Ao se mudar para o Japão, há muito o que se organizar, mas o primeiro passo é seu novo lar. Desde o acerto de contas e questões burocráticas até a decoração e compra de móveis, e qual parte é mais importante em uma casa? A sua cama é claro, e no Japão isso significa uma cama futon.

O que exatamente é uma cama futon?

Para muitos de nós ocidentais, a imagem de uma cama futon está associada a um sofá barato de madeira, também utilizado como cama, mas essa percepção não poderia estar mais distante do que é a tradicional cama futon japonesa. A cama futon tradicional (布団) é composta de três partes, o colchão, shikibuton (敷き布団), o edredom, kakebuton (掛け布団), e o travesseiro, makura (枕). O colchão e o edredom são feitos de algodão, que é um bom isolante térmico, assim você se manterá fresco no verão e bem aquecido no inverno. O travesseiro é tradicionalmente preenchido com flocos de espuma.

Antes de se deitar, ao fazer a cama, as três partes são colocadas diretamente no chão. Como o chão é frequentemente um tatame (畳), um macio painel feito com núcleo de palha de arroz ou poliestireno, coberto com tecidos de palha prensada. Dormir diretamente torna-se muito mais confortável, já que o tatame tem uma singela elasticidade e resiliência própria, diferente de tradicionais pisos de madeira.

Embora as diferenças quando comparadas às camas ocidentais sejam muitas, uma das maiores é que a cama futon é completamente desfeita toda manhã, e refeita toda noite. As casas japonesas são notoriamente pequenas e compactas, o espaço é muitas vezes é um privilégio. Dessa forma, a cama futon é planejada para ser precisamente dobrada, junto com o edredom e travesseiro, inclusive. A cama é então guardada em um armário ou guarda-roupa para que o quarto possa ser usado para outras atividades durante o dia.

Pintura japonesa elucidando o uso de uma cama futon

A história do futon

Afirma-se que a cama futon evoluiu a partir do tempo que as pessoas desenrolavam esteiras de palha para dormir. O espaço já era um problema à época e famílias costumavam dividir quartos, estreitando o espaço.

Originalmente, considerava-se que apenas a nobreza teria acesso a futons acolchoados, ao invés das esteiras feitas de palha. A cama futon acolchoada tinha um custo de produção alto e não havia fabricação em grande escala. Foi somente no século XVIII, com a ampla difusão do algodão e com o crescimento das escalas de produção, que a cama futon, como conhecemos hoje, tornou-se amplamente disseminada.

Durante o último século, à medida que a cama futon popularizou-se globalmente, ela foi ocidentalizada visando atender esses novos mercados. É aqui que entra a moldura de madeira presente em futons vendidos no ocidente, um ajuste aos diferentes ambientes em que ela seria agora usada. O piso em tatame não é comum fora do Japão e essa estrutura de madeira foi incorporada para lidar com os pisos mais duros e preferências específicas do público ocidental. No entanto, a cama futon mantém-se inalterada no mercado japonês.

Guardando adequadamente sua cama futon

Cuidando adequadamente da sua cama futon

Se bem cuidada, uma cama futon pode durar até 15 anos e precisa de reposição com bem menos frequência do que um colchão ocidental. No entanto, é de suma importância que os cuidados adequados sejam tomados para que durem todo esse tempo. Tão importante quanto, para que se mantenham confortáveis, uma de suas principais características.

É comum ver ambos, shikibuton e kakebuton, pendurados do lado de fora de casas, ou em varandas, para arejá-los. Para reduzir as chances de ácaros ou insetos, também é comum sacudi-los. Tradicionalmente, os japoneses usam um futon tataki  (布団叩き), uma fina espátula de palha de tatame, como uma vara, para espantá-los, embora você possa improvisar, se você não conseguir um em sua loja local de 100 ienes.

Naturalmente, existem inúmeras outras invenções japonesas úteis para manter sua cama futon nas melhores condições. Por exemplo, durante períodos chuvosos, é difícil secar suas coisas, mas você pode usar um futonkansōki (布団乾燥機), e soprar ar quente no seu futon para secá-lo. Ele também pode funcionar como um aquecedor no inverno, aquecendo seu futon antes de você se deitar para uma confortável noite de sono.

Agora que está por dentro dos detalhes de uma tradicional cama futon japonesa, você já pode se acomodar para uma relaxante noite de sono zzzzZZZzz.

Se você quiser conhecer mais sobre o Japão e sua cultura, siga o blog do Go! Go! Nihon.