Trazer seu animal de estimação para o Japão pode ser um processo caro e demorado. Contudo, é absolutamente possível trazer com sucesso o seu amigo peludo. Precisa de um pouco de paciência e muita preparação.

Regiões designadas e não designadas

Certas partes do mundo tem acesso mais fácil na hora de transportar animais para o Japão em relação à outras regiões, como é o caso da Austrália, Nova Zelândia, Islândia, Ilhas Fiji, Havaí e Guam. Esses locais são designados como livres da raiva pelo Ministério da Agricultura, Floresta e Pesca do Japão.

Para que seu gato ou cachorro seja qualificado como sendo dessas regiões, ele deve:

  • Morar continuamente em uma região designada desde o nascimento
  • Morar continuamente em uma região designada por pelo menos 180 dias antes de se mudar para o Japão
  • Morar continuamente em uma região designada a partir do momento em que foram importados do Japão

Se você não reside em uma região designada ou seu animal de estimação não atende a um desses requisitos, o procedimento se torna um pouco mais complicado. 

Microchip, vacinação e exame de sangue

Independente de qual país você reside, será preciso de um microchip para seu animal de estimação, com base nos padrões recomendados para o Japão (ISO 11784 e 11785). 

Além do microchip, todos os animais de estimação das regiões não designadas precisam receber a vacina contra a raiva duas ou mais vezes. Fique atento para o fato de que o Japão não aceita a vacina contra o vírus vivo da raiva, portanto, seu animal deve receber uma vacina que contenha o vírus inativado ou o recombinante / modificado.  

Seu animal de estimação deve ter pelo menos 91 dias de vida no momento da primeira vacinação e a segunda dose deverá ser tomada mais de 30 dias depois da primeira (a data da primeira vacinação é considerada como dia zero), mas dentro do prazo efetivo da vacina.

Depois da segunda imunização, seu animal de estimação precisará ser testado contra os anticorpos da raiva, portanto, lembre-se de que você precisará pesquisar o melhor local para fazer o exame de sangue. Isso poderá envolver gastos de dinheiro para enviar a amostra de sangue para o laboratório.

Fique atento ao fato de que é preciso entrar no Japão com seu animal de estimação enquanto a vacina ainda é eficaz. O período de validade varia de acordo com o tipo de vacina contra a raiva. Lembre-se de verificar isso com o veterinário. Se o período de efeito da vacina passar antes de entrar no Japão, será preciso receber uma terceira dose.

Para animais que residem por seis meses ou mais em uma área designada, a vacina e o teste de raiva não são necessários.

Período de espera

Depois da segunda vacina e do exame de sangue, você precisa esperar 180 dias para entrar no Japão. Animais de regiões não designadas que não esperarem os 180 dias serão colocados em quarentena pelo tempo necessário para compensar a falta. 

Como o objetivo de todo o processo é evitar que seu animal fique de quarentena, faz mais sentido você esperar os 180 dias.

O período de espera é um bom momento para fazer tudo o que é preciso para se preparar para a mudança ao Japão, como reservar o voo (pesquise a melhor companhia para transportar seu animal de estimação), fechar a acomodação e preencher toda a documentação necessária para notificar o governo japonês de sua intenção de levar o seu animal de estimação.

Pense também sobre as coisas que seu animal pode precisar durante o voo. Se for possível voar com ele na cabine, pode ser preciso levar brinquedos, um pratinho de água ou qualquer outra coisa que possa tornar o voo menos estressante para o animal. 

Notificação

Sendo ou não de uma região designada, você deve informar ao Serviço de Quarentena de Animais do aeroporto em que planeja entrar (por exemplo, Aeroporto de Narita) sobre o fato de estar trazendo o seu animal de estimação. Isso deve ser feito antes de 40 dias de chegar ao Japão. 

O formulário de notificação pode ser preenchido online, enviado por correio, fax ou e-mail. Observe que é preciso inserir seu endereço no Japão como forma de garantir que você tem uma acomodação no país. 

Se o Serviço de Quarentena de Animais aceitar o formulário, você receberá a notificação de aprovação, que precisará ser impressa e mostrada no balcão de check-in ao chegar no Japão.

Dog at the vet

Exames médicos finais e documentação

Dentro do período de 10 dias antes de partir ao Japão, seu animal deve ser examinado por um veterinário.

Será preciso também obter certificados de seu país de origem confirmando:

  • Data de nascimento e idade de seu animal de estimação 
  • O número do microchip e o dia em que foi colocado 
  • Data da vacina contra a raiva, período de imunidade, tipo de vacina, nome do produto e fabricante da vacina
  • Data do exame de sangue para anticorpos da raiva e nome do laboratório que fez o teste
  • Resultados e data da inspeção clínica final

O certificado de saúde deve ser aprovado por uma autoridade governamental de seu país, responsável pela importação e exportação de animais. Caso seja da América do Norte, o certificado deverá ser do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos ou um aval da Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá. 

E se não concluir essas etapas? 

Cães e gatos que não atenderem aos requisitos, ficarão em quarentena por até 180 dias, ou pelos dias ainda restantes depois da segunda vacina. 

Vale lembrar que todos os cães e gatos que entram no Japão ficam de quarentena, mas os donos que provarem a conclusão correta dos procedimentos terão o animal de estimação em quarentena, apenas por um curto período de tempo.

E caso queria trazer um animal de estimação que não seja gato ou cachorro? 

Aves, répteis, anfíbios, peixes, roedores, coelhos e invertebrados não precisam passar pelo procedimento de vacina contra raiva, mas podem estar sujeitos a outros requisitos. O melhor é entrar em contato com a autoridade do seu país ou o Ministério da Agricultura, Floresta e Pesca do Japão para obter informações mais precisas. 

Para obter mais informações sobre a importação de animais de estimação no Japão, visite o site do ministério: http://www.maff.go.jp/aqs/english/animal/im_index.html

Para conseguir mais dicas úteis sobre a vida no Japão, siga o nosso blog da Go! Go! Nihon.