Desde março de 2020, milhares de estudantes estrangeiros foram obrigados a suspender seus planos de ir ao Japão devido à proibição de entrada aos estudantes estrangeiros no Japão, imposta pelo país como resposta do governo contra a pandemia de COVID-19. A maioria deles economizou por meses e esperaram uma vida inteira para ter a chance de viver, estudar e construir seu futuro no Japão.

Estas são algumas das histórias de estrangeiros tentando ir ao Japão e mostramos o porquê deles estarem pedindo ao governo japonês para flexibilizar a proibição de entrada aos estudantes estrangeiros.

Nota: os comentários dos estudantes foram editados para ficarem mais claros.

Kai, Áustria

Comecei a me interessar pela cultura e modo de vida japonês quando comecei a aprender o idioma em 2018. Naquela época já sabia que queria me mudar para o Japão o mais rápido possível. Estudei muito e consegui meu certificado do JPLT N4 depois de um ano. Agora, depois de dois anos de estudos seguidos, quero poder entrar no Japão para melhorar ainda mais minhas habilidades no idioma e experimentar como é a vida no país pelo qual me apaixonei.

Estou desempregado desde maio e não posso começar um novo, pois não temos uma previsão de quando poderei entrar no Japão. Estou tendo que usar minhas economias, que planejava usar para começar minha nova vida no Japão.

Adam, Reino Unido

É o sonho da minha vida (estudar no Japão). Já trabalhei no Japão, mas tive dificuldades por não falar japonês e, infelizmente, tive que voltar para o Reino Unido. Durante meu tempo no Japão, tive as experiências mais incríveis e conheci pessoas maravilhosas. Estou decidido a voltar para o Japão e quero aprender a língua e cultura do país de maneira adequada.

A proibição de entrada é muito prejudicial para minha carreira e desenvolvimento pessoal. Deixei um emprego incrível em março para embarcar em meu sonho ao Japão. No entanto, não pude ir e agora estou desempregado, depois de desistir de um emprego dos sonhos. Sai do meu apartamento e voltei para a casa dos meus pais. É mentalmente desgastante e constrangedor. Ficarei arrasado se continuar demorando.

Camila, Brasil

Há dois anos estou me preparando para estudar no Japão. Fiz meu primeiro exame do JLPT em 2010. Desde então penso em ficar um tempo no país para praticar o idioma com os falantes nativos e aprender mais sobre a cultura. Quero fazer meu mestrado no Japão.

É uma tortura, pois estou muito frustrada e ansiosa. Planejava viajar em abril de 2020. Deixei meu emprego e cancelei o aluguel do meu apartamento. No momento estou desempregada e morando de Airbnb, tudo diante da pandemia de COVID-19. Estou gastando uma quantia não planejada a cada vez que a viagem atrasa.

Hannah, Holanda

Estou esperando desde março para ir ao Japão. Suspendi meus estudos de direito para ir ao Japão estudar japonês por meio ano. Esta é a primeira vez na minha vida que decidi sair da minha zona de conforto e fazer algo completamente fora do comum. Há muito tempo meu sonho é aprender japonês e vivenciar a cultura japonesa de uma forma que jamais poderei experimentar em meu país.

Sinto uma grande dor em saber que os estudantes estrangeiros tenham que vivenciar essa situação de dúvida por conta da proibição de entrada no Japão. Estou disposto a passar por testes PCR e a quarentena de 2 semanas, se isso me permitir ir ao Japão em outubro. Palavras não são capazes de expressar o quão importante isso é para mim.

Michael, Alemanha

Sou interessado pela cultura japonesa por quase toda a minha vida. Estudo japonês sozinho há muito tempo, mas quero ser fluente. Aprender japonês e morar no Japão é o sonho da minha vida. Não quero ter nenhum arrependimento.

Estou sem renda desde maio. Portanto, o tempo de espera está custando caro para mim. Minhas economias estão destinadas para esta viagem ao Japão. Quanto mais tempo ficar desempregado, mais difícil será para mim encontrar emprego. Terei que cancelar minha viagem se o atraso continuar.

Hannah, EUA

Para mim poder estudar no Japão significa conseguir expandir minha visão de mundo ultrapassando a barreira do idioma. Também significa ser capaz de seguir em frente com meus planos de, eventualmente, ensinar e/ou trabalhar no Japão.

O atraso na reabertura do país significa que não posso ir ao Japão. Deixei 1 ano da minha vida de lado, desistindo de oportunidades de trabalho nos EUA, pois pensava que estaria no Japão em junho/julho de 2020. Desisti de empregos incríveis porque meu objetivo era voltar para a escola e aprender japonês. Se não puder ir em outubro, terei que desistir totalmente, pois financeiramente falando não é possível ficar só esperando.

O que você pode fazer para ajudar? 

Ajude os outros estudantes lançando um apelo ao governo japonês para flexibilizar a proibição de entrada aos estudantes estrangeiros no Japão o mais rápido possível. Assine nossa petição aqui.

Também assista e compartilhe nosso vídeo que gravamos com alguns alunos. Eles explicam como a restrição de entrada no Japão está afetando suas vidas e as suas economias.