Tóquio, Kyoto e Monte Fuji são lugares famosos do Japão que todo visitante deseja riscar de sua lista de desejos. Mas existem muitos lugares menos conhecidos no Japão que são tão empolgantes, bonitos e gratificantes. Selecionamos alguns dos nossos principais destinos para você considerar em sua próxima viagem.

Nachi Taisha

Kumano Kodō 熊野古道

O Kumano Kodō é uma rede de trilhas para peregrinação que se estende por toda a região de Kansai. A trilha se concentra em três santuários principais: Hongu Taisha, Nachi Taisha e Hayatama Taisha. Você provavelmente já deve ter visto imagens do Nachi Taisha na internet, mas, ainda assim, as trilhas sagradas e as cidades ao redor delas não entram no radar de muitos turistas.

Demora alguns dias para caminhar por todo o Kumano Kodō, por isso é mais comum passar um longo fim de semana curtindo apenas uma parte da trilha. Há acesso de trem para a área de Kumano, mas alugar um carro é muito mais conveniente.

Tsumago-juku

Kisoji 木曽路

O vale Kiso é um local pitoresco e histórico, que já fez parte da antiga rota comercial interna do país, que ligava a antiga Edo (Tóquio) e Kyōto, conhecida como Nakasendō 中山 道. Existiam muitas cidades ao longo da rota de 500 quilômetros, que serviam como pontos de descanso e reabastecimento para os viajantes. Eles usavam o local antes de seguir viagem para o próximo destino.

Um número pequeno destas antigas cidades foram preservadas para conservar a forma original do Nakasendō, da época que ele era utilizado pelos comerciantes. Estas cidades incluem Narai 奈良井, Magome 馬籠 e Tsumago 妻籠,  com todas tendo sido muito bem preservadas.

Uma maneira comum de conhecer estas cidades é passear por elas durante uns 2-3 dias, hospedando-se em pousadas ao longo do caminho. A caminhada passa pela antiga rota comercial, levando você pelas montanhas da província de Nagano, sendo uma forma linda e memorável de curtir o Japão rural.

Para obter mais informações sobre o vale Kiso, visite o site oficial de turismo da região.

Dogo Onsen

Matsuyama 松山

Matsuyama é a maior cidade da ilha de Shikoku 四国 e abriga um dos mais antigos resorts do estilo onsen do Japão, o Dōgo Onsen 道後温泉. Dizem que a parte principal do onsen foi usada como inspiração para o filme do Studio Ghibli, “A Viagem de Chihiro”.

O Castelo de Matsuyama é um dos 12 castelos originais do Japão, o que significa que ele sobreviveu praticamente intacto de 1868 até hoje. A partir de Matsuyama, você deve visitar também, a cidade vizinha de Uchiko 内子, que possui construções antigas bem preservadas em seu bairro histórico – bastante parecido com o distrito de Gion em Kyōto, mas sem as multidões!

Matsuyama está localizada na província de Ehime 愛媛 e outro destino popular nesta região é Imabari 今治. Esta cidade tem um dos mascotes mais fofos do Japão, o Bary-san バリィさん, uma espécie de galinha redonda segurando um navio.

Shimanami Kaido

Mas, falando de viagens, Imabari é a cidade a ser visitada caso queira pedalar no Shimanami Kaido しまなみ海道. Ela é uma rota de 70 quilômetros composta por pontes que se estendem por 6 ilhas, conectando Imabari com Onomichi 尾道, na província de Hiroshima. É um passeio impressionante e melhor aproveitado caso tenha bastante dias disponíveis.

Para mais informações sobre a rota, leia este guia para iniciantes sobre como andar de bicicleta em Shimanami Kaido.

Yanagawa

Yanagawa 柳川

Esta pequena cidade é conhecida como a Veneza do Japão. Ela está localizada perto de Fukuoka 福岡, em Kyūshū 九州, a ilha mais ao sudoeste do Japão. São 470 quilômetros de canais, que são possíveis de serem percorridos de barco, comandado por remadores ou, simplesmente caminhando. É possível visitar a casa do clã que foi dominante na região durante a era feudal do Japão, além de provar a enguia de água doce, uma especialidade local.

Outra cidade de canal agradável é Kurashiki 倉敷, na prefeitura de Okayama 岡山. A área do canal desta cidade é do período Edo (1603-1868). Costumava ser um centro de distribuição de arroz e muitos dos antigos armazéns de arroz são agora museus, boutiques e cafés.

Yakushima 屋久島

Yakushima é uma ilha subtropical, localizada no sul de Kyūshū. Ela é o lugar perfeito para visitar caso adore estar em montanhas cercadas de cedros antigos, bem longe da civilização.

Por estar no local que está, com montanhas que chegam a quase 2 mil metros de altura, chove muito em Yakushima. No entanto, o inverno no local tende a ser mais quente do que na ilha principal do Japão, embora geralmente caía neve nas montanhas durante o inverno e muitas pousadas e lojas fechem no período.

Recomendamos pesquisar por conta caso opte por visitar Yakushima com um guia. Algumas opções incluem Yakushima Experience ou Yakushima Geographic Tour.

Para mais informações sobre a ilha, leia aqui.

Kakunodate 角館

Kakunodate é uma cidade pitoresca e bem preservada, sendo uma antiga cidade-castelo. O distrito dos samurais praticamente não mudou deste que a cidade foi fundada no século XVII. Portanto, é um lugar fantástico para se visitar caso se interesse por arquitetura da era dos samurais. Algumas casas ficam abertas ao público e contêm itens passados pelas gerações das famílias de samurais.

Visite este site para mais informações.

Perto de Kakunodate está o Nyūtō Onsen 乳頭温泉, um conjunto de fontes termais e pousadas tradicionais japonesas localizadas nas montanhas. A água aqui tem um aspecto leitoso, ao invés de límpida, e algumas das construções são bem tradicionais.

Outra atração local é o lago Tazawa, ou Tazawako 田沢湖, um lago pitoresco que é o mais profundo do Japão. Há muitos ônibus que circulam ao redor do lago, bem como, barcos para passeios turísticos.

Fica fácil de visitar o Kakunodate e o lago Tazawa de trem caso fique em Akita秋田, que está localizada a menos de uma hora de Kakunodate. Na estação Tazawako, é possível pegar um ônibus para o Nyūtō Onsen.

Compartilhe os seus lugares menos conhecidos do Japão!

Esses são apenas alguns dos nossos lugares menos conhecidos e recomendados do Japão, dos quais você talvez nunca tenha ouvido falar antes. Se você estiver procurando por mais ideias de lugares para visitar, lembre-se de verificar o nosso blog, bem como um artigo especial que produzimos com alguns influenciadores (em inglês) conhecidos que moram no Japão.

Existem tantos lugares maravilhosos para visitar no Japão, mas não podemos listá-los todos aqui. Tem um lugar favorito e menos conhecido no Japão que gostaria de compartilhar? Escreva nos comentários!