Preparar-se para uma mudança é uma tarefa difícil, independentemente de onde você mora, e o estresse adicional de ser um estrangeiro residente em um país conhecido por sua burocracia sem fim pode tornar isso muito mais difícil. Mudando-se no Japão exige uma quantidade considerável de tempo e dinheiro, mas com um pouco de esforço e a preparação certa, existem maneiras de garantir que a sua mudança seja a mais suave possível.

Além disso, a Go! Go! Nihon tem parcerias com várias imobiliárias, tanto para casas individuais como share houses, todas convenientemente localizadas perto de nossas escolas parceiras. Estamos a disposição de fornecer assistência a todos os nossos alunos. Se você não é um estudante Go! Go! Nihon, mas gostaria de alguma ajuda com alojamento, enquanto não podemos oferecer toda o nosso serviço de apoio, ficaremos felizes em ajudá-lo com uma homestay (ficar hospedado em casa de família).

Antes de você mudar

Há várias coisas que você precisa fazer antes de sair da sua atual moradia. Em primeiro lugar, avise seu locador o quanto antes com a data prevista para a mudança; a maioria dos contratos exige um aviso antecipado de um mês antes de sair, por isso é melhor fazer isso cedo para evitar o pagamento de taxas ou aluguel pelo tempo que você não estiver lá.

Você também precisará entrar em contato com todas as empresas de serviços (gás, eletricidade, água, internet) e solicitar uma data para desligar tudo. Você precisa estar presente em seu apartamento no momento de desligamento dos serviços. Quando isso é feito, o técnico te cobrará na hora a conta final. Por isso, tente agendar todos os compromissos no mesmo dia. Você deve informar aos correios sobre a alteração de seu endereço para garantir que qualquer correspondência enviada para o endereço antigo seja redirecionado para o novo local.

Finalmente, você precisa visitar o escritório do seu distrito atual, conhecido em japonês como kuyakusho (区 役 所, くやくしょ) e preencher a documentação necessária para declarar que está saindo. Isso é muito importante, pois você não poderá registrar seu endereço no novo distrito (necessária para fins de impostos e identificação) sem os documentos do distrito anterior.

Isso pode parecer estressante e demorado, por isso é melhor separar todos os documentos o mais rápido possível. Você pode ficar tentado a dar uma de espertinho e simplesmente sair, mas isso NÃO é aconselhável e provavelmente lhe causará algum problema a longo prazo. O Japão é uma sociedade muito caxias e quebrar as regras tende a causar mais mal do que bem, especialmente quando se trata de documentos legais.

Mudando-se no Japão

Custos de mudança

Uma das maiores surpresas para os estrangeiros ao mudarem-se no Japão é o custo de jogar fora os utensílios domésticos; itens maiores podem custar de 5000 a 10.000 ienes para serem descartados, e isso pode aumentar facilmente. Se você tem alguma coisa em condições decentes que você quer se livrar, tente organizar uma “sayonara sale” no Craigslist para se livrar o máximo possível. Mesmo doando é melhor do que gastar centenas de reais apenas para jogar fora o lixo. Se você precisar se livrar de algo rapidamente, também existem alguns grupos no Facebook, como o Mottainai Japan, que existem exatamente para esse propósito.

Os custos iniciais para alugar um apartamento no Japão são notoriamente altos. Esteja preparado para gastar até quatro ou cinco meses de aluguel para se mudar para um novo local; além do habitual primeiro/último mês e depósito de segurança, a maioria dos contratos de apartamentos exige um presente para o proprietário chamado key-money (礼金, reikin) bem como taxas adicionais para limpeza, troca de fechaduras, etc.

Se você fala japonês e consegue negociar, alguns proprietários podem reduzir o key money ou até mesmo renunciá-lo completamente, mas não conte com isso. Você também pode achar alguns apartamentos com baixos custos iniciais e sem key money, porém muitas vezes o aluguel mensal desses lugares é muito maior e você pode acabar pagando mais a longo prazo.

A maneira como você irá transportar os teus pertences depende da distância para onde você está indo e o quanto de objetos e mobília você tem. Há uma série de empresas que se deslocam com serviços completos, como a Arisan Mark, que fornecerá caixas, embalará suas coisas e as levará para o novo local. Se a sua bagagem não for muito grande, uma opção mais barata seria utilizar uma empresa de entrega, como a Kuroneko Yamato.

Uma opção final para aqueles com uma carteira de motorista internacional seria alugar um caminhão/van e mover tudo sozinho. Isso é um pouco caro, mas se você tiver um amigo ou dois ajudando te ajudando, isso pode fazer com que a sua mudança seja muito mais rápida.

Deixando o Japão

Para quem for mudar para fora do Japão definitivamente, é importante não se esquecer de devolver o cartão do seguro saúde quando você for ao kuyakusho. Devolva o seu cartão My Number e cancele todas as contas bancárias, associações de clube, planos de telefone celular etc. É muito mais fácil deixar tudo arrumado antes de sair – especialmente se você decidir voltar. E, por último, se você for voltar, não se esqueça de obter sua permissão de reentrada, e se você for embora para sempre, não se esqueça de cancelar seu visto quando sair (você deverá fazer isso na imigração no aeroporto mesmo).